Casulo de grávida

Hoje entrei no meu casulo. Quero ficar assim, quietinha no meu canto. Curtir cada minutinho antes do Vítor nascer. Aproveitar a chegada do frio, o silêncio da casa, o mimo do maridinho.

Noite passada não conseguia dormir. Pensamentos voando…

De manhã eu tinha consulta, logo cedo. Eu e o bebê estamos bem! Ele encaixado, mexendo regularmente, com o coraçãozinho no maior tum-tum-tum potência máxima. Eu com o peso controlado, pressão ok, dilatação de 4cm e colo do útero afinando.

Segundo a médica o parto está próximo. Ela me deu uma listinha destacando quando é o momento de ir para o hospital (se a bolsa romper, se eu sentir contrações regulares, enfim… basicamente as mesmas orientações do site da Crescer).

Por incrível que pareça a consulta me deixo mais calma. Deixei a contagem regressiva de lado e acabei me concentrando em mim e no meu corpo. Eu sinto (agora mais do que nunca) que tá chegando a hora. Eu sei que tá quase aí. Isso dá um medinho, mas por outro lado uma sensação gostosa de transição. Transição entre eu mulher, eu mãe. Entre tudo que eu sempre quis e que agora se realiza.

Agora, com licença. Vou ali no meu casulo, mas prometo que volto logo!

* Quando o Vítor nascer alguém (o Fábio) vem aqui rapidinho dar a notícia. Don’t worry 😉

Comentários Facebook

6 comments

  1. Carol

    1. deu ao Fábio o título de maridinho. pobre homem!
    2. não vai achar que a dor tá normal e parir em casa
    3. faz força direito pra ele nascer rapidinho e não ficar sofrendo 😉
    4. tô louca pra ver a cara do Vitinhooooo. com quem seré que vai parecer?

    View Comment
  2. Acho que toda gravidinha, no fim da gestação, se enfia em seu casulo. Deve fazer mesmo parte do processo de transição. A vida muda, e a gente se prepara durante 9 meses. Esse casulo no fim é um misto de ansiedade pelo novo e saudade do que nunca mais será. E o nascimento é a cereja do bolo.
    Bom casulo pra você, se puder, durma dentro dele!
    Um beijo!

    View Comment
  3. Que post gostoso! A ansiedade existe, mas é minimizada pela segurança, pela tranquilidade que vc passa. Faz bem em ficar no casulo, esperando o Vítor querer nascer. Ótima hora pra vc!
    beijos

    View Comment
  4. aaaai papaaaaaai! só não deixa ele nascer nem segunda nem terça pq começam minhas aulas lá do curso na UFRGS que tu me disse! 🙂 fui selecionada! ou segura ou apressa esse meu afilhado ai! hehehehe

    View Comment
  5. Pingback: O primeiro casulo | projeto de mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *