Como trabalhar em casa com um bebê (sem enlouquecer)

Eu não faço ideia de como fazer isso!

Nem bem comecei a trabalhar e já percebi que vai ser mais difícil do que eu imaginava (pelo menos enquanto eu adiar o plano de colocar o Vítor em uma escolinha).

Quero esperar até agosto para deixar meu filhote por N motivos: julho é um dos meses mais gelados no RS, quero tentar evitar que ele pegue gripe ou qualquer virose, tenho medo de comprometer a amamentação, acho ele muito pititico ainda entre outras coisas.

No entanto, tá complicado. Estou absolutamente esgotada. Cansada de querer dormir um dia inteiro para recuperar (que mãe não gostaria de tirar 24 horas INTEIRAS para zerar o saldo de noites com o peitão de fora ou embalando a cria pra lá e pra cá? Hein? Hein? Só eu ou quem mais?).

É casa, marido, cachorro, filho, trabalho, blog e outras pendências. Quem consegue dar conta de tudo? Se você consegue… parabéns, amiga! Pois eu não estou me virando muito bem nessa história. Aqui em casa algo sempre fica sobrando (geralmente a faxina, mas abafa o caso).

Então que estou pensando em alternativas que facilitem as coisas. Faxineira ao menos uma vez por semana é uma das opções. Outra é deixar meu filho mais tempo com a minha avó (o que não tem funcionado muito bem pois ela entope o Vítor de mamadeira, enche a criança de NAN).

Bom… espero conseguir me organizar antes de entrar em processo de surto. E eu que achava que foda era estudar de manhã, fazer TCC de tarde e trabalhar das 6 até a meia noite com jornalismo policial. Não sabia nada da vida ainda. Quero ver quando eu ter um emprego fixo de 6 ou 8 horas diárias. Daí que o bicho vai pegar! #comofas?

* O sorteio de comemoração dos 6 meses do blog ainda tá valendo. Participe AQUI!

Comentários Facebook

13 comments

  1. Nossa, Ananda, nem me fale! Minha admiração pelas mães que trabalham fora (e dentro também) aumentou 1000% depois que eu mesma me tornei mãe. Tem que ser malabarista mesmo né? Não tem jeito, essa história de mãe linda, malhada, boa cozinheira, faxineira e profissional não existe. O jeito é baixar as expectativas e cobranças.

    View Comment
  2. Ai Ananda, essa é a mais pura realidade! O eterno dilema de conciliar tantas coisas ao mesmo tempo. Sabe, o melhor é relaxar e deixar as coisa acontecerem. É preciso viver, experimentar, para então decidir o que fazer. Não se cobre tanto, vc está ainda numa importante fase de adaptação. Com o tempo tudo melhora e vc vai conseguir criar uma rotina que seja boa pra todo mundo! E trabalhar com criança em casa nunca vai ser fácil, a gente precisa é administrar e exercitar o mantra da paciência…

    Hum….acho que não ajudei muito, rs.

    Bjos!

    View Comment
  3. Mamãe do Otávio

    oi Ananda, coloca o marido pra ajudar também, aqui em casa tem dado certo. o Vítor é pequeno ainda, mas talvez um dvd educativo enterta ele por um bom tempinho! minha mãe tbm ajuda, graças a Deus o Otávio não precisa tomar complemento, se não minha mãe ia ser igual tua avó.
    espero que as coisas melhorem poraí!
    beijos

    View Comment
  4. Vixe…minha diarista ja foi contratada para mais um dia, agora vem 2x por semana e mesmo assim nao consigo sequer mexer no meu curriculo pra buscar outro emprego. acho q tds sao assim mesmo…

    View Comment
  5. Nem me fala!!! Ainda faltam 2 meses para voltar a trabalhar e já estou louca! Até o mestrado eu tranquei pq não dei conta… mas vc está sendo bem guerreira, trabalhando com ele ainda pequetito. Beijão

    View Comment
  6. Leticia

    OI.Vc não pode se sobrecarregar…vai acabar ficando maluca, estressada, ou doente!Contrata uma faxineira, e ainda acho que tinha que ser 2 vezes por semana.
    Beijos e te cuida.

    View Comment
  7. Claudia

    Ananda querida, nao é facil mesmo…
    Estou aqui colocando os blogs em dia, pq nao dá tempo pra nada…rs, mas acho que vai melhorando devagar.
    Querida, um otimo findi e vai dando noticias dos arranjos ai, ta? Estou na torcida sempre.
    Grande beijo

    View Comment
  8. Pingback: E como vão as coisas? | projeto de mãe

  9. paula limeira

    ola querida olha eu sou mae de tres, sempre consegui dar conta dos dois
    mais, agora que nasseu o terçeiro, eu sofri muito na gravides porisso me apeguei de mais a ele voutei a trabalhar antes do tempo mas ele não pega mamadeira nem chupeta não estou conseguindo colocar minha vida em ordem pelo fato dele não querer mamar outros leites eu sempre trabalhei fora não consigo ficar em casa ta difisil tem outras pessoas que tamam conta dele mas ele se despera muito meus parentes tem medo dele ficar doente porque ele so fica bem quando esta comigo .

    View Comment
  10. THAÍSA

    Olá. Descobri seu blog navegando na internet sobre empreendedorismo materno + tempo para conciliar tudo da vida, e já caí nesse post que resumi tudo que está acontecendo exatamente na minha vida. Tirei licena sem remuneração por 1 ano do cargo de servidora pública e estou tentando colocar em prática a ideia de trabalhar em casa, mas não está fácil agora com baby de 9 meses!!!

    View Comment
    • Ananda Etges
      Author

      Oi Thaísa! Não é fácil mesmo. Claro que tem o lado bom da flexibilidade e de estar ao lado dos filhos. No entanto, a visão geral não é nada romântica e a gente precisa ter muita paciência e disciplina. Boa sorte na jornada! Beijos!

      View Comment
  11. Carolina Gusmão Moreira

    Nossa amiga é tudo verdade…estou em desespero porque o Arthur tem um ano e cinco meses e tirei da creche pois fica muito doente.Sou costureira e ele não me deixa trabalhar não sei o que fazer pq na hora do sono da tarde dele aproveito pra lavar uma louça recolher uma roupa essas coisas mais básicas pq faxina eu não sei mais o que é isso…kkkme ajudem alguma dica ou sugestão?

    View Comment
    • Ananda Etges
      Author

      Oi Carolina!

      Olha, a minha dica é tentar criar uma rotina e dar atenção primeiro para o filhote, para deixar ele bem, e depois dar atenção ao trabalho e demais demandas. Aqui costumava funcionar e ajudar um pouco, porque realmente não é fácil! Boa sorte aí!

      Beijos!

      View Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *