Escola e adaptação

Algumas semanas atrás o Vítor e a Clara começaram a adaptação na escola. O Vítor já tinha frequentado por algum tempo, mas recentemente ficava com a irmã e uma babá em casa.

Nossa experiência com uma babá foi muito positiva. Em comparação com a escola, percebia várias vantagens, como doenças não tão frequentes e o conforto de não ter que tirar os dois da cama de manhã cedo.

***

No entanto, o Vítor está com 2 anos e 4 meses e começamos a achar que seria legal para ele interagir com outras crianças. De vez em quando ele parecia entediado em casa, limitado pelo espaço e pelas opções (moramos em apartamento, o que não favorece a situação).

Como manter a babá para a Clara e pagar a escola para o Vítor era uma opção inviável pela questão financeira, decidimos arriscar e matriculamos os dois.

***

Eu sabia que a adaptação seria difícil, mas não imaginava o quanto. Todos os dias eu deixava os dois com o coração em pedaços. Eles choravam muito e se agarravam em mim. A vontade era desistir e voltar para casa com os pequenos no colo.

***

Passadas duas semanas o Vítor está super bem e parece ter se adaptado. Ele conta o que faz com os colegas e as professoras, sabe o nome de todo mundo e a chegada não é mais tão sofrida, embora ele ainda peça para ficar comigo.

Já a Clara ficou doente logo nos primeiros dias e teve que ficar uma semana afastada. Então, regredimos na adaptação e hoje começamos praticamente do zero (vulgo com muito chororô).

***

Com base na nossa experiência, separei algumas dicas para quem está passando pela mesma fase.

Dicas para adaptação na escola:

– Procure conhecer a rotina da escola alguns dias antes, para ir adaptando aos poucos os horários em casa (principalmente o de dormir e o de comer).
– Comece deixando a criança por uma hora e vá aumentando o tempo gradativamente.
– Fique junto nos primeiros dias por alguns minutos. Mostre o ambiente, os brinquedos, tente estabelecer contato entre a crianças e os colegas e os professores.
– Na hora de sair explique para o bebê ou criança que você vai sair, mas que logo volta. Dê tchau e um beijo. Sair de fininho não é uma boa estratégia, pois pode deixar os pequenos inseguros.

E por aí, como foi a adaptação na escola? Mais dicas para compartilhar?

Comentários Facebook

10 comments

  1. Tami

    Todas as tuas dicas são maravilhosas!
    Mas o problema é quando a diretora da escola não acha a mesma coisa e te força a sair de fininho, não deixa tu ficar lá pq as outras crianças vão ficar gritando e chamando atenção…
    aff
    a adaptação do Otávio foi muito difícil, triste e péssima. Eu saia de la chorando todos os dias.
    Mas foi desse jeito horrível, depois de muito choro que ele se adaptou e adoro aquele lugar. hunf

    Muitas vezes penso em tirar da escola por ˜N˜ razões, aí penso nele, na falta que os colegas e o ambiente fará… etc etc

    beijosss

    View Comment
    • nandaetges
      Author

      Realmente, algumas escolas adotam uma postura diferente e isso não ajuda muito, né? Eu acompanhei pelo teu blog o “drama” da adaptação hehe. Que bom que agora ele gosta, né? Beijos!

      View Comment
  2. De.

    Aqui a adaptação foi super tranquila. No doa seguinte o Ben já fazia festinha pra profe.
    Também acho que sair de fininho é uma péssima ideia, independente da idade dos pequenos.
    Beijos e melhoras pra Clara!

    View Comment
    • nandaetges
      Author

      Então, De. Como comentei com outra pessoa que deixou a sua opinião por aqui também… acho que fica tenso pelos 9 meses, quando os bebês enfrentam a ansiedade da separação. Pelo menos é o que a diretora da escola me disse e eu observei pelas minhas duas experiências. O Vítor também tinha começado a ir à escola com 4 meses e foi bem tranquilo. Beijos!

      View Comment
  3. No começo eu saia de fininho pra Laurinha não chorar, mas percebi que isso não era bom pra ela.
    Hoje ela está super adaptada e pede pra colocar o uniforme na hora de sair pra escola, pega a mochila e tudo mais.rsrs
    Percebi mudanças ótimas nela depois da escola. O começo foi difícil, com as doenças e tudo mais, mas agora está super bem. Ela adora e eu adoro junto por ela gostar.

    View Comment
    • Aline

      Estou passando por esta dolorosa etapa agora. Amanhã é o terceiro dia de adaptação do Benício,ficará 3 horas na escola!!Saio de lá,entro no carro e desabo a chorar…ele só tem 4 meses e passou esse tempo todinho só comigo,ai como dói. Ele fica muito tranquilo,a professora até elogiou. Espero que eu consiga me adaptar logo…hihihi

      View Comment
      • nandaetges
        Author

        Ai Aline… também já fiz isso, de entrar no carro e chorar. É uma adaptação dupla, né? Das mães e dos bebês! Boa sorte no processo! Beijos!

        View Comment
  4. Nick entrou na escola com um ano e 4 meses e apenas uns dois dias choramingou… Foi muito rápido e a adaptação maravilhosa! Ele ama a escola e eu ne sinto mto segura em deixar ele lá! 😉 na minha vida materna a melhor coisa que aconteceu foi a escola que além do carinho e cuidado tem ima pedagogia extremamente maravilhosa! Não é apenas um local de brincadeira, meu filho é muito melhor, muito mais educado, come melhor, vive melhor e tem um conhecimento cultural que me encanta todo dia! Adoro muito nossa rotina e o fato dele estar em um local seguro com amigos, carinho e ensino de qualidade!

    View Comment
  5. O que a diretora da escola me colocou e faz sentido, até pelos outros comentários no blog, é que antes dos 8, 9 meses os bebês se adaptam com mais facilmente. Depois, eles enfrentam a ansiedade da separação, que é um momento delicado, quando eles começam a se entender como um ser humano separado da mãe e sofrem com isso. O Vítor também fo para a escola na primeira vez com cerca de 4 meses e foi bem mais tranquilo que agora com a Clara, que está com 11 meses 🙁

    View Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *