Carnaval: o que teve?

Já gostei bem mais de carnaval. Confesso que depois do nascimento das crianças perdi um pouco o interesse.

Assim, carnaval acabou sendo feriado e ponto. Quer dizer, feriado e exclamação, afinal, ter um tempinho a mais em casa é tudo de bom.

Mas é claro que o estar em casa não é tão simples assim tendo filhos, especialmente se for no plural. Aqui o Vítor e a Clara ficaram quatro dias direto com a gente e minha nossa… tem que ter disposição.

Geralmente, dia de semana eles vão na escola e nosso tempo juntos é mais pontual e segue uma rotina. Nos fins de semana, passeamos bastante, inclusive na casa dos meus pais ou avós, onde tem um monte de gente que ajuda a ficar de olho na dupla.

Mas no feriado, meus pais estavam pulando carnaval (acredite!) e meus avós na praia. Ou seja, éramos os quatro 24 horas.

Para tornar tudo mais divertido, procuramos sair e aproveitar o sol e calor ameno. Andamos de bicicleta, fomos na pracinha, no parque, na chácara de amigos dos meus pais. Pescamos, jogamos bola, fizemos bolinhas de sabão, procuramos minhocas. Hoje também participamos da organização de um bailinho de carnaval infantil (conto mais amanhã!). Enfim, conseguimos diversificar a programação e tivemos bons momentos em família.

Só que isso tudo me deixou um caco. Não só eu, o Fábio também. Nós dois estamos acabados depois de quatro dias intensos com as crianças. Acabados do tipo pedindo água. Do tipo vontade de cair na cama e dormir dois dias seguidos.

No entanto, pais não tem muita chance de sossego. Logo a criançada já recupera a energia e começa tudo outra vez. Então, fiquei um pouco off nos últimos dias e esta semana volto em ritmo lento (mas volto).

DSC_0019

E por aí, como foi o carnaval? Muita folia com as crianças?

Uma boa (mini) semana para todos!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *