Escola e separação: cada filho em uma escola

A Clara e o Vítor sempre frequentaram a mesma escola e no mesmo horário. Nossa rotina era acordar, todos juntos, tomar café da manhã, trocar de roupa e sair de casa. A gente deixava a dupla e à tarde íamos buscar os dois juntos, eu e o Fábio.

Na escola, cada um estava em uma turma. No entanto, eles acabavam interagindo em diferentes momentos. Além disso, era com cumplicidade que os dois chegavam no ambiente escolar. Eles estavam acostumados e acredito que, de alguma forma, estar na mesma instituição dava segurança para os dois.

Acontece que o Vítor trocou de escola e foi para a rede pública. A adaptação foi normal, tranquila. Mas era notável que ele sentia a falta da irmã. Questionava várias vezes: e a Clara? A gente explicava que ela não tinha conseguido vaga ainda e tudo mais, mesmo assim ele dizia: eu quero ir com a mana.

A Clara também passou a chorar na chegada da escola. Tentamos diferentes arranjos para amenizar o problema. Desde levar os dois separados, até inverter a ordem de quem era deixado primeiro.

Até que esta semana recebemos uma notícia: chamaram a Clara para uma vaga também. Detalhe: em uma escola pública diferente da do Vítor.

Hesitamos, mas decidimos aceitar. Afinal, ambas escolas são perto de casa e pode demorar muito até aparecer uma vaga para a Clara na escola atual do Vítor. Visitamos o ambiente e ficamos felizes com a oportunidade da Clara estudar lá.

Agora, estamos preparando a pequena para a adaptação, que já começa segunda. Frio na barriga de novo, para encarar mais mudanças. Mas expectativa também, pelas novas descobertas que virão!

ProjetoDeMae_Foto_3

Comentários Facebook

6 comments

  1. Que lindeza emocionante ver a cumplicidade dos dois. Queria aproveitar para compartilhar uma experiência minha. Eu e meu irmão temos apenas 10 meses de diferença e sempre estudamos na mesma escola, mas teve 1 ano que não só estudamos em escolas diferentes como em turnos contrários. Eu estudava à tarde e ele de manhã. Pois aconteceu que ele voluntariamente ia me "buscar" todos os dias na escola que era bem pertinho da minha casa. E acabou que a separação se tornou em uma boa experiência porque era muito legal ele ir me buscar. Guardo esse fato com muito carinho. De repente você encontra alguma forma de conectá-los mesmo estando em escolas diferentes.
    Jaqueline Lima
    http://verdemamae.blogspot.com.br/

    View Comment
  2. Oi Jaque! Muito obrigada pelo teu carinho e por compartilhar a tua experiência! Com certeza vamos buscar alguma forma de unir os dois, mesmo em escolas diferentes. Tornar o retorno pra casa ainda mais especial, com um buscando o outro, é uma bela alternativa. Grande beijo!

    View Comment
  3. Pingback: Diferenças entre escola pública e privada | Projeto de Mãe

  4. Pingback: Volta às aulas e readaptação | Projeto de Mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *