Terrible 2: lá vamos nós outra vez

Depois de sobreviver ao terrible 2 do Vítor eu só queria férias. Sombra, água fresca e criança calma.

Porque olha… vou te contar. O terrible 2 do Vítor foi realmente terrível (aliás, foi um combo de terrible 1 AND 2). Marcado por chiliques homéricos, choros intermináveis e escândalos memoráveis. Era um Deus-nos-acuda-quando-isso-vai-passar-que-seja-logo-me-interna.

Quando (finalmente) terminou, eu me senti A super experiente no assunto, tanto que até post de como superar a fase eu escrevi. Não conseguia imaginar no universo inteiro uma repetição do período. Criança nenhuma nesse mundo poderia desafiar a paciência infinita dos pais em um momento tão tenso como vivemos com o Vítor. Achei que aquilo era uma conspiração do céu, do inferno, ou do que fosse.

Mas aí a Clara cresceu. Virou uma adorável (sqn) menina de 1 ano que mostrou que veio para superar a marca do irmão, bichinho danado que fez escola nesse negócio.

E olha… que escola! A mocinha aprendeu direitinho e chegou a aprimorar a chatice. Anda virada do avesso.

Tudo é choro, gritaria e briga. Colocar a roupa: caos. Entrar no carro: tortura. Tomar banho: parece que estou matando.

Além disso, só quer peito, peito e peito. As noites continuam tensas e de muito grude materno. O pai não serve pra nada. Se ele vai deitar com ela chega a ser agredido pela fúria em pessoa.

Quem não te conhece que te compre ;)

Quem não te conhece que te compre 😉

Olha, não tá fácil! E isso que falta um mês e meio para os dois anos. SOCORRO!

Comentários Facebook

15 comments

  1. Michele Ohlweiler

    Aqui tambem nao esta nada facil, por um momento me vi na sua historia, muito peito, noites tensas, muito choro, o pai nem adianta querer deitar junto, so que a Giovana esta com 1 ano e 2 meses. Vai passar…

    View Comment
  2. Leticia

    Aqui tudo igual….quem faz escola com irmão, fica bem bom….As vezes é de enlouquecer, mas vamos pensar que um dia passa…..passa e começa outra fase, simples assim.

    View Comment
  3. Michele Ohlweiler

    Ananda, eu nao trabalho fora, entao a Giovana fica comigo o dia todo, fazer alguma coisa em casa e uma tortura, tomar chimarrao so com ela no peito, fazer almoço so com muito choro, pra ela descançar depois do almoço so se eu ficar com ela na cama, ja tentei sair de fininho, coloquei roupa minha perto dela pra sentir o cheiro, mas nada adianta, quando chego na porta do quarto ela ja esta sentadinha na cama… socorro rsrsrsrs

    View Comment
    • Ananda Etges
      Author

      Michele, um abraço apertado!
      É tenso mesmo. Também tentava isso da roupa com meu cheiro, de vez em quando funcionava! Boa sorte 😉

      beijos!

      View Comment
  4. Pingback: Por que eu amamento? | Projeto de Mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *