Preparação para o parto (guest post)

Por Deisi Penz

O que é necessário para um bom parto? Como fazer uma preparação para o parto? A resposta mais simples que posso dar é: INFORMAÇÃO.

Quanto mais informação melhor. E quero dizer informação sobre tudo! É importante visitar o hospital antes, conhecer a equipe, deixar a mala e os documentos prontos.

Muitas coisas vão acontecer em um momento de muita fragilidade e emoções. Como não é possível prever reações diante de um momento tão mágico e intenso, é preciso se preparar para muitas variáveis. Eu e a Ananda incentivamos o parto natural, mas se a cesariana for mesmo inevitável, certamente o trabalho não é em vão.

Os primeiros programas de preparo de parto datam da década de 40, onde a mulher aprendia basicamente a reforçar a musculatura do assoalho pélvico e como fazer a força no momento de expulsar o bebê.

No entanto, percebeu-se que as alterações psicológicas também necessitavam de cuidados. As alterações hormonais que ocorrem durante a gravidez provocam mudança no estado de ânimo da gestante, sendo frequente passar da euforia ao choro.

Então, cada parto é tão único quanto a mulher que o vive, por isso os cursos pré-natais oferecidos pelo SUS e/ou planos de saúde como Unimed (que oferece para a população em geral, não precisa ter convênio) são sempre boas fontes de informações. Mas é necessário consultar outras fontes (livros e a internet) para chegar aos cursos com dúvidas e uma base de conhecimento. Assista vídeos de parto para ter uma noção mais real do que acontece, há bons programas na TV fechada e internet.

Além da informação, também é importante estar em sintonia fina com o obstetra e exigir respeito às nossas vontades, porque muitos profissionais não necessariamente respeitam (dados sobre violência obstétrica mostram isso).

Para o trabalho de parto, uma dica fundamental é ter total mobilidade. A posição no expulsivo também é bastante importante, ela deve permitir uma descida do bebê fluída; uma posição mais verticalizada pode ser a melhor alternativa. Essa posição deve e pode mudar conforme as dores sentidas e de acordo com o maior conforto da mulher. Pode experimentar agachar-se, mexer-se, andar, tudo isto dependendo da fase do trabalho de parto.

Evite ficar deitada de costas no momento do expulsivo, como usualmente é feito na maioria dos hospitais. Sentar-se, agachar-se, estar de pé ou deitada de lado são posições mais naturais, que aumentam a eficácia das contrações e ajudam no parto como fator gravidade. Só faça força quando o seu corpo pedir. Um parto natural é um parto que implica deixar o corpo fazer tudo naturalmente, conforme instinto.

O sintoma de parto mais evidente é o aparecimento de contrações dolorosas e regulares que causam incômodos no ventre e nas costas e que persistem mesmo que a gestante mude de postura ou se levante da cama.

Durante o trabalho de parto, é interessante beber água ou suco de frutas e se alimentar, caminhar (eu caminhava de cócoras para melhorar o desconforto) e fazer pausas de descanso para ter força na hora necessária. Massagens na região lombar, ficar no chuveiro com água quentinha, balançar em uma bola grande, ficar em posição de gatas e balançar o quadril é muito útil e alivia as dores.

Além disso, quanto mais tempo se fica em casa, menor a chance de intervenções hospitalares desnecessárias. O ambiente hospitalar pode ser muito hostil. Por isso, não se apequene, seja forte e confiante.

Pensar positivo sempre ajuda. Enquanto estiver em trabalho de parto imagine o bebê descendo suavemente através do seu corpo, imagine como será segurar ele pela primeira vez, imagine a sensação do contato da pele dele com a sua. Pense que está correndo tudo bem, que você é forte e essa dor logo vai passar e o que vem depois é inimaginavelmente bom e emocionante, pois não existe no mundo maior emoção do que segurar seu bebê no colo pela primeira vez.

Mas se qualquer intercorrência acontecer… saiba que a equipe toda está a sua disposição e irão fazer o possível para garantir que seu bebê chegue ao mundo são e salvo!

Tenha um bom parto!

 

deisi

1601147_797695553579365_867860446_n
* A Deisi é uma amiga muito querida, fisioterapeuta, e que foi uma grande motivadora na minha primeira gravidez. É mãe do Nicolas e do Vicente, os meninos lindos e cheios de energia da foto aqui de cima! Obrigada, Deisi, por escrever para o meu cantinho virtual!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *