Amamentação prolongada: 2 anos de “tetê”

A Clara completou 2 anos em setembro. Com o aniversário, também comemoramos 2 anos de aleitamento materno, o que já é considerado período de amamentação prolongada.

A pequena é simplesmente apaixonada pelo “tetê”, como ela mesma chama. Mas, nos últimos meses, as mamadas já diminuíram bastante por aqui.

Nunca gostei de ter muita regra para amamentação e pra gente a livre demanda funcionou bem até determinado ponto. Acontece que perto dos 2 anos a Clara começou a expressar com muita intensidade as suas vontades. O terrible 2 também foi marcado por mamações constantes. Isso + o fato dela acordar mil vezes por noite me deixou esgotada. Comecei a ficar meio de saco cheio e, de certo modo, conduzi tal diminuição, pois não queria desmamar e achei que assim chegaria em um ponto de equilíbrio.

Passei a sugerir outras atividades no horário de algumas mamadas. Além disso, o Fábio começou a assumir algumas tarefas com ela, para se aproximar e tirar o foco do peito.

Assim, o “tetê” ficou quase que exclusivo para noite e ainda associado ao sono. No fim de semana, é livre e ela mama quando quer. No entanto, não tem mais solicitado tanto e de vez em quando chega a pedir “letê”, que é o leite puro na mamadeira.

O sono continua meio tenso, mas não tenho pensado muito nisso para não me estressar.

ProjetoDeMae_Foto_15
E assim seguimos. Do melhor jeito para nós duas. Com muita paciência, leite e amor.

Comentários Facebook

2 comments

  1. Olá Ananda.
    Amamentei minha pequena até os 2 anos e 8 meses.
    Só a desmamei pq precisei viajar sem ela. Foi difícil e só consegui pq deixei ela dormir com os avós por 3 noites, na quarta noite dormi com ela e ela não pediu mais Tete desde então é passou a dormir a noite toda.

    View Comment
  2. Pingback: 30 meses de amamentação | Projeto de Mãe

  3. Pingback: E segue a amamentação prolongada: 30 meses de tetê | Projeto de Mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *