Impetigo: bactéria chatinha que passou por aqui

Eu nunca tinha ouvido falar em impetigo. Por isso, nem suspeitei quando abriu uma ferida no nariz da Clara. Pensamos que ela tinha batido ou coçado. Também cogitamos algum inseto e esperamos, achando que ia passar em poucos dias.

Acontece que não passou e foi se espalhando. De um lado da narina foi para o outro. Até que surgiu no Vítor e no Fábio também. No Vítor, também no nariz e na boca. No Fábio, na coxa.

Ficamos intrigados e acabamos indo ao plantão, pois estávamos na praia, uma verdadeira comitiva de família direto para o hospital. O pediatra examinou e logo disse: é impetigo.

Trata-se de uma bactéria que provoca infecção na pele, comum em crianças entre 2 e 6 anos. É contagiosa e por isso logo se espalhou na nossa família. O médico disse que provavelmente eu não peguei por alguma imunidade.

Não é uma doença perigosa se logo tratada, mas incomoda pela coceira e pode deixar cicatriz. É comum ter início na região do nariz e da boca, como aconteceu com o Vítor e a Clara.

O tratamento no nosso caso foi com antibiótico e pomada, para aliviar a coceira. As feridas logo começaram a secar e sumiram em poucos dias. Mesmo assim, é importante seguir com o antibiótico durante o tempo indicado, para evitar que volte.

Agora já estão melhores, mas na foto é possível ver as marcas no nariz do Vítor. Aqui ele já estava melhorando.

Agora já estão melhores, mas na foto é possível ver as marcas no rosto do Vítor. Aqui ele já estava melhorando.

Comentários Facebook

2 comments

    • Ananda Etges
      Author

      A bactéria pode estar em muitos lugares e entra por qualquer machucadinho ou ferida. Por isso é bem comum uma criança pegar da outra!

      Beijos!

      View Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *