Férias com os filhos: nunca vi, nem ouvi, eu só ouço falar

Estou de férias desde antes do Natal. Eu me organizei e fiz mil planejamentos para poder tirar um mês inteiro no mesmo período do recesso escolar do Vítor e da Clara. O Fábio conseguiu nos acompanhar por poucos dias no fim do ano. Depois, fiquei mais um tempo na praia só com os dois e, agora, estamos em casa curtindo a reta final antes da volta às aulas.

Então que ontem passei no trabalho para uma reunião gerencial rápida. Dei um oi para o pessoal e ouvi um comentário como: “Ah, mas tu tá de férias, pode dormir até a hora que quiser,…”. WHAT?

A pessoa que falou (bjo Pedro!) tem seus 20 anos, mora com os pais, faz faculdade. Seu ideal de férias é dormir, fazer nada, beber com os amigos, olhar filmes, seriados. E digo isso não menosprezando, muito pelo contrário! A invejinha mandou um abraço!

Que saudade de quando férias significavam isso pra mim. Chega a brotar uma lagriminha pensando no tanto de vodca (pode falar em vodca em blog materno?)… ah, deixa pra lá, nas doces lembranças dos meus 20 anos.

Mas voltando às férias com os filhos… olha, cansa mais do que a nossa rotina habitual, quando trabalho tempo integral (viu Pedro?). Negócio é acordar cedo, organizar café da manhã, inventar algum passeio ou atividade e ir distraindo os dois o dia inteiro. Preciso estar sempre de olho, pois  as brigas continuam. Dificilmente brincam muito tempo sem um arranca rabo. Fora isso, tem a casa, comida, enfim, as outras tarefas normais.

Uma coisa que observo é que os dois se comportam melhor enquanto estão com alguma atividade direcionada ou quando estou brincando junto e dando atenção direta. Se eles ficam entediados é maior a chance de problemas e birras. Por isso, “mães à obra” na elaboração de brincadeiras em família!

Detalhe que eu resmungo, resmungo, mas vou sentir a maior saudade de ficar 24 horas grudadinha com os dois. É a sina de mãe! Se trabalha full time pensa na saudade, se fica integral com os filhos pensa que gostaria de ter mais liberdade e tempo para si.

E por aí, como estão sendo as férias com os filhos? Sou a única mãe bipolar que ama-odeia-quer-mais-não-vê-a-hora-de-terminar este período?

ProjetoDeMae_Foto_29

Mamãe, não foge! A gente promete se comportar! VLW FLW

Comentários Facebook

0 comments

  1. Pingback: Férias das férias: preciso! | Projeto de Mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *