Irmãos no mesmo quarto

Um quarto para dois. Aqui em casa, o Vítor e a Clara dormem no mesmo ambiente, desde que a pequena completou 1 ano.

No início, o Vítor já tinha a sua cama e a Clara dormia no berço. Depois, ela ficou por um tempo na cama auxiliar do Vítor, até que desmontamos de vez o berço e ela ganhou a própria cama.

Como a cama da Clara era box e mais alta, fizemos uma troca e ela foi para a do Vítor e o mano para a dela. Deu certo e os dois logo se adaptaram.

ProjetoDeMae_Foto_36
No apartamento temos 3 quartos, mas a decisão por manter os pequenos no mesmo foi soberana. Acreditamos que juntos eles se sentem seguros e aprendem a compartilhar. Assim, no terceiro quarto, fizemos um espaço para estudo e trabalho, além de manter lá o armário das crianças. De tal modo, no quarto deles o espaço é só para as camas e alguns brinquedos.

Como os dois têm pouca diferença de idade (1 ano e 5 meses), nunca tivemos nenhum problema com a divisão do quarto. No início, a Clara chorava algumas vezes, no entanto dificilmente o Vítor acordava com o barulho e, quando acordava, voltava facilmente a dormir.

Agora, a pequena já pula da cama e vai para o meu quarto de madrugada. Quem acompanha o blog sabe que ela sempre foi complicada em relação ao sono. É meu grude e só dorme bem comigo. Por um tempo ficava nervosa com isso e, principalmente, com a quantidade de vezes que ela acordava. Hoje, já relaxei mais e, se for para dormir melhor, que pule para a minha cama.

Então, as noites aqui em casa continuam uma dança de troca de camas. De vez em quando tenho força para levar a Clara de volta para o seu quarto e volto pro meu. Às vezes, fico por lá com ela. Outras noites, ela dorme no nosso meio ou espanta o Fábio, que vai para cama dela.

Confesso que nunca imaginei que seria tão flexível com isso, mas já dormimos tão mal tentando seguir regras impostas pelos outros que hoje nem penso mais. Por que não fazer as nossas próprias regras e viver um dia (ou noite) de cada vez? Se for pela qualidade do nosso sono… vale a pena. Depois que desencanei tudo ficou mais simples e, finalmente, podemos descansar melhor, do jeito que for.

Mas, voltando ao quarto para dois, aqui em casa tudo é muito simples. O espaço não foi muito planejado. A regra é: um ambiente para crianças. Sendo assim, precisa ser colorido, ter tudo ao alcance dos pequenos e permitir muita bagunça e brincadeiras.

No lado direito do quarto, temos uma caixa plástica para tentar organizar bichos de pelúcia e bonecas. Além disso, a toca que o Vítor ganhou ainda bebê é super usada pelos pequenos em brincadeiras de pegar e se esconder. Assim, deixamos ela montada também para guardar todas as bolas dentro.

ProjetoDeMae_Foto_35
No outro canto, tem um mural de EVA feito pela gente com algumas fotos (que, inclusive, precisam ser urgentemente atualizadas!) e um adesivo para destacar as obras de arte dos pequenos.

No chão, duas prateleiras para colocar brinquedos. A colorida é um xodó, comprada na Tadah (loja virtual incrível, que tem também um baú lindo para guardar brinquedos que estou namorando).

ProjetoDeMae_Foto_34
E por aí, como é? Irmãos no mesmo quarto ou cada um no seu? Quais os pontos positivos e negativos? Como organizar o espaço?

Agora que contei como funciona aqui em casa, quero saber como é na sua!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *