6 verdades sobre as férias escolares (na versão das mães)

Confira uma lista com 6 verdades sobre as férias escolares na versão das mães.

1 – Você fica ansiosa para elas chegarem: você espera as férias escolares tão ansiosa quanto as crianças. Tem saudade de curtir os filhos, quer aproveitar momentos especiais ao lado deles e faz mil planos para o período.

via GIPHY

2 – Lá pela metade acaba a inspiração: no início tem um pouco de lua de mel. Crianças felizes por estarem em casa, você plena com os pequenos por perto. No entanto, a inspiração vai acabando. Com ela, a paciência também arruma as malas e vai para um lugar bem, bem distante. As coisas podem ficar complicadas, especialmente se você precisa voltar a trabalhar de alguma forma, mesmo que home office, e as férias ainda não estão nem na metade.

via GIPHY

3 – É impossível sobreviver sem meia dúzia de gritos ou chiliques (seus e das crianças): todo mundo enlouquece um pouco. Ficar full time com os filhos não é para os fracos. Sem ajuda então… meu cumprimentos. Você fica cansada, dá uma surtada básica e até uma choradinha trancada no banheiro. Quando mesmo vão acabar as férias?

via GIPHY

4 – Na reta final é uma contagem regressiva para o início da escola: 20 dias, 19 dias, 18 dias. No fim começa uma contagem regressiva desgraçada e se bobear você sabe até quantas horas faltam para o retorno para escola. Normal, amiga #tamojunto.

5 – No fim você precisa de férias das férias: enfim chegou o retorno para escola. Fogos de artifício, lágrimas de emoção. Você finalmente terá alguns momentos de silêncio e poderá trabalhar sem alguém mandar hausggaftsfetfdkk e mil emojis no seu WhatsApp para o chefe. No entanto, com o fim das férias vem também aquele sentimento de que um rolo compressor passou em cima do seu corpo e da sua cabeça. Férias das férias: quem mais precisa?

6 – Você vai sentir saudade: depois de algumas semanas de rotina “normal”, você começa de novo com aquele aperto no peito. A vontade de ficar mais tempo com os pequenos, de fazer programas diferentes. É a saudade das férias batendo. Mais uma vez super normal e #tamojuntas. Aqui acontece também!

E como não sentir saudade das bagunças dessa duplinha, hein? Que me enlouquece, mas é a minha razão de viver.

dupla

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *