Organização de mãe: faltam horas no seu dia?

Por Andressa Nunes e Carol Nunes*

Você faz tudo ao mesmo tempo, no final do dia está cansada e parece que faltam horas no seu dia?

Hoje você vai entender por que isso acontece, como dar os primeiros passos para mudar e, assim, conseguir ser uma mãe produtiva e organizada.

Imagine você ficar com seu filho, dar conta das tarefas de casa e do trabalho, chegar à noite satisfeita com o que fez no seu dia e ao mesmo tempo ainda estar disposta… não seria maravilhoso?

maternidade_real

Ensaio de Danielle Guenther sobre a maternidade

Talvez você esteja se perguntando se é realmente possível e é sobre isso que vamos falar.

Vamos começar entendendo por que as questões de organização de tempo são tão desafiantes. Primeiro precisamos lembrar que antes a mulher se dedicava inteiramente à casa, aos filhos e ao marido, e tudo o que acontecia no âmbito familiar, sendo bom ou ruim, era sua responsabilidade.

Com a entrada feminina no mercado de trabalho, a dinâmica familiar mudou, o homem geralmente é mais participativo, contudo, mesmo assim a mulher ainda sente uma cobrança tanto interna como da sociedade, em decorrência dos comportamentos do passado.

Outro fator que fica inconsciente é a mulher como a “preparada” para suportar todas as dores, pois fisiologicamente ela é preparada para gerar e sentir a dor do parto, conhecida como umas das dores mais fortes.

Assim, surgiu a crença de que se a mulher aguenta a dor do parto, ela aguenta tudo. E acabamos nós, mulheres, tomando posse do papel de Mulher Maravilha, que suporta e se responsabiliza por tudo e todos. E caso a gente se sinta incapaz, vem a culpa.

Em meio aos sentimentos que surgem, a mulher esquece do principal: definir claramente as suas prioridades para começar a sua organização.

Talvez você esteja pensando: entendi e agora como mudar então, Andressa e Carol?

Para começar, vamos aos primeiros passos!

Você NÃO precisa ser a Mulher Maravilha! Veja, outras pessoas conseguem fazer as atividades que você executa, então delegue aquilo que não precisa ser necessariamente você a fazer e confie na capacidade do outro.

via GIPHY

Agora, o que você precisa é definir quais são suas prioridades e começar com o que é mais importante para a sua organização.

Vamos ver na prática:

1 – O que é importante pra você? Liste tudo!
2 – Coloque em ordem de importância. Por exemplo: ficar com filhos, preparar alimentação saudável, trabalhar, obter tempo para cuidados pessoais, sair para lazer, organizar a casa, etc.
3 – Baseada nisso, se você sabe o que é importante, quais atividades você vai priorizar na sua vida?

Muitas vezes queremos fazer o almoço, dar atenção para as crianças e ainda resolver alguma pendência do trabalho. No fim, nenhuma das 3 coisas é feita direito e você fica se sentindo culpada.

Então, pensar e planejar o seu dia vai ajudá-la a ser produtiva. Você vai ficar satisfeita em começar e terminar algo, ou pelo menos já deixar organizado, assim, diminuirá a ansiedade e a culpa. E, mesmo que o planejamento não saia exatamente como planejado (saiba que nenhum plano sobrevive ao campo de batalha), a sua mente estará mais organizada e equilibrada para pensar nas prioridades e focar na solução.

Uma pequena mudança está transformando a vida de muitas mães do Mãe Bem-Sucedida, é o ritual da noite: você pensar e planejar o dia seguinte.

1 – Agradecer pelo dia que passou e pensar em 3 coisas boas que aconteceram;
2 – Fazer a lista de atividades a serem realizadas;
3 – Estabelecer a ordem de realização;
4 – Deixar as coisas organizadas (material de trabalho, material da escola, lanche do filho, a roupa que irá usar).

Vamos colocar em prática essas pequenas atitudes? Lembre-se que é um passo de cada vez, as mudanças acontecem dia a dia tendo persistência e consistência!

* Andressa é psicóloga de pais e filhos e Carol coach de inteligência emocional. Juntas, as irmãs coordenam o projeto online Mãe Bem-Sucedida, que busca equilibrar a mãe, mulher e profissional com dicas e vídeos.

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *