Ensino de línguas estrangeiras: “Ser criança é estar no mundo”

Por Bernardo Willrich*

Ser criança atualmente é estar no mundo. Não ao redor, não flutuando, mas sim dentro deste. As possibilidades são imensas e sem limites em todos os aspectos. Entretanto, como é dito comumente em todos os meios: “muitas possibilidades levam a nenhuma profundidade. As crianças não são capazes de se concentrar em apenas uma coisa, portanto, não deveriam ser alvo de tantos estímulos”.

Sabemos muito bem que as nossas crianças não estão nem aí para o excesso de estímulos diários aos quais são submetidas. Elas querem é aproveitar tudo!

mundo

Foto: Unsplash

O ensino de línguas estrangeiras para crianças caminha para um momento de reflexão. Nossos pequenos sentados em cadeiras ouvindo o/a teacher como se este/a fosse o dono da verdade não reflete a realidade de nossa década. Nossas necessidades vão além de aulas tradicionais, como alguns ainda propõem.

A tecnologia parece ter entrado em algumas salas de aula, em alguns contextos, mas não entrou verdadeiramente. Está longe de ser usada como deve ser. A tecnologia não é mais uma ferramenta, como alguns ainda teimam em dizer em pleno 2016, a não ser que todo o resto da aula seja voltado para esta ferramenta. O contato humano ainda existe, mas apenas como aquele do mediador. Fora isso, qualquer contato que o aluno venha a ter com o professor, será por opção do primeiro e não por um pressuposto da aula.

Vamos entrar de vez em um século que promete tanto? Eu teria orgulho de dizer que meu filho precisa do professor, mas apenas para orientá-lo! Assim, ele seria educado a ser independente e o processo de sair do ninho começaria cedo. A língua estrangeira é o salto inicial para uma sociedade que converse globalmente. Nossas crianças tem muitas possibilidades e agora chegou a hora de usá-las!* Bernardo Willrich, professor de inglês, apaixonado pelo mundo e suas possibilidades.

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *