Noite tranquila: 5 dicas para a rotina de sono do bebê

Compartilho um texto enviado pela Maternity Coach, consultoria em sono infantil. A consultora Michele Melão me ajudou muito com o sono da Clara alguns anos atrás e, como já sofri bastante com as noites em claro, acredito que as dicas podem ser úteis para muitas famílias!

Para o sono de crianças maiores um cartaz da rotina pode ajudar. Saiba mais aqui.

***

A rotina proporciona conforto e segurança para o bebê. A partir dela, ele fica mais tranquilo, pois sabe o que vai acontecer a seguir. Justamente por isso, a rotina da noite deve ser consistente. Ela que vai sinalizar para a criança que a hora de dormir se aproxima, contribuindo para uma noite de sono tranquila.

Por isso, a consultora em sono infantil Michele Melão, da Maternity Coach, indica 5 dicas para os pais organizarem a rotina de sono.

1 – Ações para a rotina: as atividades que vão fazer parte da rotina podem ser escolhidas de acordo com a família. Michele sugere banho, amamentação, leitura ou uma massagem como a shantala.

2 – Repetição: o que vai dar consistência para a rotina é a repetição. Os pais devem fazer sempre as mesmas coisas e, de preferência, na mesma ordem.

newborn-888534_1920

3 – Quando começar: segundo a consultora de sono, os pais não devem se preocupar muito com a rotina de sono nas primeiras 8 semanas de vida do bebê. No período, ele ainda vai estar aprendendo a diferença entre o dia e a noite e deve dormir grande parte do tempo. Então, o mais adequado é começar a partir do segundo mês.

4 – Mamada: Michele não indica usar a mamada como última atividade da rotina, já que o bebê não deve associar o sono ao ato de mamar. O ideal é que o bebê aprenda a dormir sozinho, no berço, e não no peito da mamãe ou com a mamadeira na boca.

5 – Organize-se: manter uma rotina de sono não é fácil, ainda mais quando os pais trabalham fora e chegam exaustos em casa. Por isso, é importante ter uma organização. Se for necessário, especialmente no início, conte com uma lista de tarefas.

Pais que se comprometem com uma rotina de sono geralmente ganham em troca um bebê que a partir do quarto ou no máximo do sexto mês de vida dorme a noite inteira, sem interrupções. Além disso, bebês descansados são mais alegres, seguros, mais fáceis de cuidar e de se adaptarem às mudanças, como o retorno da mamãe ao trabalho ou o início em um berçário.

* Texto enviado por assessoria de comunicação e publicado por se encaixar na proposta editorial do Projeto de Mãe.

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *