Dicas de massagem para fazer em casa

massagem para fazer em casa

A pandemia do novo coronavírus mudou muito os hábitos das pessoas. Como devemos limitar ao máximo as saídas, precisamos aprender a fazer muitas coisas em casa. É por isso que resolvemos listar algumas dicas de massagem para fazer em casa.

Se você nunca experimentou, saiba que existem muitos benefícios para a realização de massagens, especialmente em uma época de pandemia. Afinal, é comum ficar extremamente estressado vendo as notícias e a massagem ajuda a eliminar o estresse, alivia as dores, até mesmo aquelas dores comuns durante a gravidez.

Quer conferir algumas dicas de massagem para fazer em casa? Então siga a leitura do artigo abaixo!


Compre um bom creme para fazer a massagem


Uma das principais dicas de massagem para fazer em casa é usar um bom creme para massagem.

Muita gente vê isso como desnecessário, mas basta usar o creme pela primeira vez para notar a diferença.

Uma das vantagens de um bom creme é que ele deixa a pele com menos resistência à massagem. isso faz com que fique menos cansativo fazer a ação e os dedos fiquem menos doloridos.

Além disso, cada creme de massagem conta com certas características positivas. Alguns ajudam na renovação celular, o que deixa a pele mais limpa e saudável.

Já outros contam com nutrientes poderosos que ajudam a hidratar e nutrir a pele, fazendo com que ela fique mais elástica e brilhante, prevenindo celulites ou estrias.

Alguns cremes, inclusive, usam técnicas de estimulação da circulação para ajudar a eliminar a água acumulada e reduzir medidas do corpo, em casos em que isso é possível, claro.

Portanto, vale a pena entender bem quais são os melhores cremes para o seu caso e comprar um deles (com entrega pelo correio, claro).
Alongue se quer uma boa massagem para fazer em casa

A massagem tem tudo a ver com o trabalho nos músculos. Afinal, estamos aplicando uma força externa para moldar os músculos de forma que eles relaxem e se recuperem.

Por isso, é necessário se alongar antes de começar a receber uma massagem. Pois é, é como se fosse um exercício físico.

O ideal é fazer uma pequena série de alongamentos, privilegiando os músculos que serão mais trabalhados na massagem. Se você fará uma sessão focada nas pernas, alongue ali. Se for pegar mais na lombar, alongue essa região.

Quanto melhor for o alongamento, melhor será o efeito da massagem, especialmente se complementada com um creme de qualidade.


Use o calor a seu favor na hora da massagem


Você provavelmente sabe que a temperatura causa determinados efeitos no nosso corpo, especialmente em nossos músculos e na nossa pele.

Por exemplo, atletas de futebol e outros esportes costumam realizar tratamentos de frio (entrando em uma banheira de gelo) após uma sessão de treino. Por quê? Porque o frio ajuda na recuperação celular, uma vez que o treino causa microdanos nos músculos.

Já em outros casos, os atletas usam o calor para ativar a circulação de uma região e ajudar a trazer mais nutrientes e oxigênio para aquela área, acelerando a recuperação.

Você pode fazer algo parecido antes de fazer a massagem. Uma bolsa de água quente ou aquelas bolsas de gel térmico que vendem na farmácia podem ser aplicadas na região que receberá o toque.

Na prática, elas vão ativar a temperatura da área e relaxar o músculo tensionado, o que potencializará o efeito terapêutico da massagem.


Siga o caminho do músculo na hora da massagem


Um erro comum cometido por massagistas de primeira viagem (especialmente amadores) é fazer uma massagem sem seguir o “caminho” do músculo.

Se você olhar um desenho do corpo humano, notará que os músculos possuem fibras que seguem determinados caminhos. Por exemplo, imagine as suas costas. As fibras do músculo seguem da coluna até a escápula (conhecida popularmente como “asa”).

O movimento da massagem, portanto, deve seguir nessa direção. E no ombro? Nesse caso, pela frente, as fibras vão da costela para o ombro. O mesmo acontece na parte de trás.

Além disso, lembre-se de só apertar os músculos na massagem. Não toque nos ossos, especialmente na coluna, para evitar problemas.


Cuidado com os seus toques na hora da massagem


Quando for fazer a massagem em alguém ou em você mesmo, tenha cuidado com os seus toques.

O ideal é fazer toques leves, mas firmes. Siga sempre o sentido da musculatura e evite os ossos.

Quando sentir uma espécie de “nó” debaixo do toque, é sinal que chegou a um ponto de tensão. Siga a massagem sempre no sentido da musculatura até que o nó suma.

Pode ser que ele não desapareça rapidamente, mas é bom continuar por um tempo. Se mesmo assim não for embora, siga a massagem e volte ali outro dia.

Além disso, explore toda a sua mão e até o cotovelo para a massagem. Além de ser mais eficaz, evita que você fique com os dedos doloridos e queira parar rapidamente.

E aí, gostou das nossas dicas de massagem para fazer em casa? Agora é só colocá-las em prática para relaxar o corpo!

Antes disso, no entanto, deixe um comentário com a sua opinião sobre o assunto!
Postagem Anterior Próxima Postagem