Melhores ideias de brinquedos criativos

Os brinquedos sempre foram ferramentas indispensáveis para o desenvolvimento da criança, o processo criativo infantil é aquele que normalmente é bagunçado, suja tudo, incluindo paredes e móveis, é a habilidade ainda primitiva de expressão utilizada pelos pequenos.

Massinhas

Por isso, estimular o desenvolvimento dessa competência expressiva, do processo criativo, pode ser um assunto muito delicado e que exige que os pais utilizem técnicas para direcionar o desenvolvimento, normalmente através dos brinquedos.

É a partir desse objetos próprios para a diversão e a aprendizagem, que haverá a experimentação, a criação e o começo de uma compreensão mais aprofundada do mundo e de si mesmo.

Nos últimos anos, com o surgimento de novas correntes pedagógicas, surgiu um nicho que está crescendo exponencialmente, que são os brinquedos criativos, que tem como o intuito valorizar a expressão da criatividade, sendo útil para ajudar a criança a se conectar a suas emoções, fazer novas conexões e ter uma compreensão particular e crítica do mundo.

Um dos brinquedos mais populares no mercado infantil é a Boneca Gil do Luccas Neto, muito buscado nas lojas de brinquedos.

Vejamos a seguir alguns dos brinquedos criativos mais populares entre as crianças e consequentemente, que se tornaram os principais alvos de compras dos pais.

1- Blocos de montar


Com os blocos de montar a imaginação dos pequenos ganha asas, pois eles podem aprofundar sua capacidade de reprodução, ou seja, montar algo que eles observaram ao seu redor, ou criar formas sintéticas, criadas a partir de uma mistura de coisas que foram vistas no seu cotidiano.

Um lado positivo desse brinquedo é que as peças poderão formar figuras mais complexas à medida que a criança for crescendo e os pais forem comprando versões adequadas para a sua faixa etária.

2- Brinquedos de madeira


Os brinquedos de madeira já costumam trabalhar com um pouco mais de complexidade, itens como o ábaco de madeira, bancadas de ferramentas, e os próprio blocos de montar que já contam com níveis mais altos de dificuldade.

É comum que os pequenos tenham contato com brinquedos de plástico quando são menores, à medida que ficam mais velhos, começam a ter um contato com a madeira, estimulando o sistema sensorial, por ser um material novo e diferenciado.

Brinquedos desse material já costumam envolver situações mais profundas, como encenar situações sociais comuns que a criança presenciou ou mesmo inventar enredos para a brincadeira.

3- Quebra Cabeça


O quebra cabeça costuma ser um item de contato desde a tenra idade, normalmente com imagens simples, que vão estimulando aos poucos o desenvolvimento cognitivo dos pequenos.

Entretanto, a medida em que for havendo evolução com o jogo, os pais podem comprar figuras mais complicadas, que servirão para estimular o raciocínio lógico da criança, além de trabalhar sua motricidade, e estimular sua capacidade visual.

É interessante comprar o quebra cabeça com imagens de personagens familiares, como personagens de animações infantis populares.

4- Massa de modelar


Na infância, todos nós tivemos bons momentos de diversão com a massinha de modelar, com ela fomos capazes de criar as mais variadas formas, reproduzir as formas que observamos nas coisas ao nosso redor e também tentar algumas próprias formas que imaginávamos.

Um aspecto benéfico deste item é o trabalho das mãos que será intenso, dando grande favorecimento aos movimentos musculares desta região do corpo, assim como o dos músculos do antebraço.

Englobando também os estímulos ao sistema sensorial, visto que há contato direto com tato, além do que para desenvolver ou reproduzir as formas desejadas, a criança precisará ter certas noções da força necessária para aplicar sobre o material.

5- Desenho, pintura e recorte


O desenho e a pintura são atividades realizadas desde os primórdios da humanidade, que contribuíram ativamente para o desenvolvimento intelectual dos nossos ancestrais.

Especialmente como veículo para registrar a história, sendo essas capacidades inerentes à nossa composição humana, está no nosso DNA utilizar essas atividades como forma de expressão e comunicação.

Quanto mais complexo for o desenho ou a pintura, mais exigirá concentração e habilidades motoras mais desenvolvidas, pois estas influenciaram diretamente na qualidade da arte.

O recorte é utilizado em muitas correntes pedagógicas também para trabalhar a motricidade fina dos pequenos, tanto que é uma atividade utilizada em sala de aula com um certa constância nas séries iniciais.

6- Labirinto inteligente


A parte mais interessante de presentear a criança com um brinquedo criativo como o labirinto inteligente, é que é um jogo de estratégias, ou seja, o pequeno terá que refletir sobre os seus movimentos para conseguir por a bolinha no centro do labirinto.

Não só isso, a motricidade fina também é estimulada, pois é preciso movimentos delicados e calculados para que a estratégia pensada seja realizada perfeitamente, sem desvios.

Muitos comparam este brinquedo como uma forma primordial do xadrez, pois ambos exigem de quem está jogando, muita reflexão, concentração e cálculos sobre quais movimentos serão ideais para atingir os seus objetivos.

Você viu neste texto que não precisa se ater aos brinquedos tradicionais na hora de presentear as crianças, claro que os brinquedos criativos não eliminam a necessidade dos outros, como bolas, bonecos(a), entre outros.

Vimos as vantagens que esse nicho voltado para o estímulo da criatividade e da expressividade infantil, podem oferecer no processo de construção de identidade dos pequenos.

Além de que é unanimidade entre os pedagogos a união entre brinquedos e o aprendizado, pois estes são ferramentas excepcionais para o desenvolvimento infantil.


Postagem Anterior Próxima Postagem