Ano Novo, Emprego Novo: saiba o que fazer para achar o emprego ideal

O ano começou, finalmente! Quem vivenciou 2020 em todas as suas dificuldades e particularidades provavelmente tem expectativas melhores para 2021, uma vez que há certa movimentação de retorno ao mercado de trabalho (ainda que a economia esteja tímida). 

Entrevista de emprego

Quem está em busca de um pacote de benefícios 2021 - ou seja, um plano de vantagens que inclui plano de saúde e odontológico, plano de previdência privada, estímulo à especialização (com bolsas de estudo e similares!) e até participação nos lucros - deve entender que, para isso, precisa ter algum diferencial.

O mercado anda muito competitivo. Isso não vem de agora, claro, mas os últimos meses têm enfatizado essa tendência, já que há alto índice de desemprego e funções cada vez mais necessitadas de expertise. 
O que fazer para se destacar entre os demais candidatos e conseguir a vaga dos sonhos?

A seguir, falaremos mais sobre o assunto. Confira! 

Trabalho: como conseguir uma boa vaga?


O primeiro passo é verificar quais são os requisitos para ocupar determinado posto. Existem funções que exigem alguns anos de experiência, enquanto outras exigem que o candidato fale duas línguas estrangeiras. Se você não tem o que é pedido e não pode resolver isso em pouco tempo, pense bem antes de enviar seu material. 

Por quê? Vamos lá: vagas excepcionais têm um número menor de concorrentes, já que geralmente exigem bastante dos profissionais que desejam contratar. Embora haja menos pessoas “lutando” pela vaga, a concorrência é de peso.

Quando você envia o seu material sem ter o perfil desejado, duas coisas podem acontecer: a primeira é que você não seja chamado para a entrevista; a segunda, que você seja visto como alguém que não prestou atenção às regras e demandas da companhia, o que pode fazer com que não seja cogitado para outras funções.

Parece exagero, mas pode acontecer. E quando falamos sobre o mercado corporativo e sobre o novo RH - o RH 4.0, que anda de mãos dadas com as evoluções tecnológicas -, falamos sobre um corpo de gestores que está muito mais atento às possibilidades.

Uma opção mais interessante, caso você não preencha os requisitos para uma determinada vaga, é enviar o seu currículo para o RH e colocar-se à disposição para futuras oportunidades. Você pode não ser chamado naquele momento, é verdade, mas o seu nome pode vir a ser cogitado dentro de algum tempo. 

Como não errar no currículo


Um erro comum é não preparar o currículo para uma oportunidade específica. Tente enfatizar os pontos que mais dialogam com a vaga que você deseja conquistar, criando um documento que, embora fiel às suas habilidades, demonstre que você é uma pessoa capacitada para exercer aquelas funções de forma excepcional.

Não caia na tentação de colocar todas as suas experiências profissionais no currículo: se você quer uma vaga de TI, por exemplo, pode não fazer sentido listar os meses em que trabalhou como vendedor, há dez anos. Prefira colocar os últimos quatro ou cinco empregos, especialmente se dialogarem com a vaga.

Lembre-se de colocar, abaixo da função, a descrição dela (de forma sintética). Diga, por exemplo, que você “liderava equipes, atendia a clientes brasileiros e internacionais, aplicava testes de inglês em novos talentos”. Não escreva demais, nem mude as características de suas atribuições. 

A primeira impressão


No que tange a parte estética, evite fazer um currículo rebuscado demais, com cores atípicas, linhas e curvas, desenhos - a menos, claro, que você seja um designer ou animador, visto que esse tipo de comunicação pode funcionar.

Se você quer um trabalho mais burocrático, prefira cores sólidas, um design elegante e uma comunicação assertiva. Existem ferramentas na internet, como o Canva, que permitem ao usuário criar o currículo de forma rápida e facilitada, com templates prontos e sugestões de fontes.

Outra coisa que parece óbvia, mas que muitas pessoas esquecem: não deixe de colocar os seus dados pessoais no topo da página. Nome, telefone, e-mail e, caso você julgue necessário, o link de alguma rede social de trabalho. Se você tem um site pessoal, coloque também. Endereço não é necessário; prefira colocar o bairro.

Por fim, seja sempre sincero: não exagera nas suas habilidades, não aumente o seu grau de familiaridade com línguas estrangeiras e jamais adicione experiências profissionais que não condizem com a realidade. Ser honesto é virtude fundamental para se destacar no mercado.
Postagem Anterior Próxima Postagem