Menopausa: principais sintomas e como evitá-la

A menopausa é marcada pela última menstruação da mulher, dando início a fase de ausência de ciclos menstruais.

O início da vida fértil da mulher ocorre a partir da menarca, nome dado à primeira menstruação. O tempo médio da vida menstrual é de 35 anos, e a menstruação ocorre todos os meses, durante o período de 2 a 7 dias.

Estudos revelam que a menarca está ocorrendo cada vez mais cedo, mudando a média de 17 anos para 12.

A menopausa é o fim desse ciclo, no qual a mulher deixa de menstruar. Isso ocorre devido a queda de produção dos hormônios estrogênio e progesterona, produzidos pelos ovários. Com isso, os ciclos menstruais passam a ser irregulares e alguns sintomas, como calor súbito, começam a surgir.

Sintomas da menopausa

Os principais sintomas da aproximação da menopausa são:

  • Ondas de calor
  • Menstruação alterada, podendo ter fluxos intensos ou amenos
  • Oscilação de humor, devido a queda de estrogênio e progesterona, que afeta a produção de serotonina e dopamina
  • Alteração no sono, como insônia
  • Queda da líbido
  • Sudorese
  • Ressecamento vaginal
  • Fadiga muscular
  • Melancolia
  • Alterações na pele
  • Lapsos de memória
  • Queda de cabelo

A menopausa geralmente ocorre entre os 45 e 55 anos de idade, quando acontece antes dos 45 anos, é caracterizada como menopausa precoce.

A perimenopausa é o período que antecede a menopausa, presente na primeira fase do climatério, nele os sintomas citados podem aparecer, causando desconfortos para a mulher. Mas, alguns tratamentos visam amenizar essas queixas.

Só passa a ser considerado menopausa, após o período de um ano sem menstruar. Portanto, ainda que as chances sejam menores, as mulheres que não desejam uma gestação devem usar métodos contraceptivos, mesmo após o surgimento dos sintomas da menopausa.

Tratamentos para a menopausa

Alguns tratamentos para o climatério, período antes e depois da menopausa, são: hormônios, remédios, terapia, dieta, atividades físicas, tratamentos alternativos.

Entenda cada um deles:

Tratamento Hormonal

Chamado de terapia hormonal (TH), esse tratamento ocorre por meio da ingestão de hormônios, como estradiol, estrogênio, progesterona e isoflavona.

A indicação de cada hormônio é feita pelo ginecologista e endocrinologista.

Remédios

Alguns remédios podem ser utilizados como forma de aliviar os sintomas da menopausa, como remédios para insônia, e estabilizadores de humor. Alguns exemplos são: paroxetina, gabapentina, desvenlafaxina, fluoxetina, sertralina e venlafaxina.

Manipulados

O uso de manipulados também é benéfico, e pode ser usado logo nos primeiros sintomas da menopausa, trazendo benefícios para a pele, corpo e hormônios da mulher. Por exemplo, o uso do manipulado maca peruana ajuda a aumentar a líbido.

Outros manipulados também são indicados, e inclusive, é possível encontrar compostos específicos para essa fase da vida da mulher. O uso de produtos manipulados pode ocorrer antes da menopausa, como uma forma de prevenção.

Alimentação e atividades físicas

Um fator importante para todas as fases da vida é a alimentação, pois ela influencia a qualidade de vida, a absorção de vitaminas essenciais, excesso de gordura, fortalecimento dos ossos, e demais áreas do corpo.

Além da alimentação, a prática de atividades físicas regulares é indicada, pois liberam dopamina, a qual é responsável pela sensação de prazer e bem estar.

Terapia

Um elemento quase não lembrado é a terapia, a qual é feita pelo psicólogo. Esse simples fato de falar sobre as mudanças que estão ocorrendo no corpo e mente, ajuda a aliviar os níveis de estresse. Como também, facilitam o processo de aceitação, possibilitando compreensão e auto acolhimento.

Dicas práticas

Além dos tratamentos citados acima, algumas dicas podem ajudar no dia a dia, como o uso de roupas leves e frescas, preferência por tecidos de algodão, que geram mais conforto, e banhos gelados durante as ondas de calor.

As mulheres sofrem grande pressão estética, o que dificulta o período climatério e da menopausa, pois sentimentos de tristeza e melancolia facilmente acompanham essas fases.

Olhar esse momento sob uma nova perspectiva é fundamental.

Tomar os remédios e os hormônios ajuda a diminuir os sintomas indesejados dessa fase, trazendo maior conforto para a mulher. Também, o acompanhamento psicológico pode ser um grande diferencial, pois permite uma compreensão dos sentimentos que essa mudança traz. O luto presente na despedida da vida fértil deve ser vivido sem culpa.