Conheça as anestesias usadas na mamoplastia

Nomeada como plástica dos seios, a mamoplastia é uma cirurgia usada para alcançar o sonho da mulher em ter a aparência da mama formosa e proporcional ao biotipo corporal, porém enquanto amadurecem a ideia, deparam-se com muitas dúvidas, entre elas, a anestesia.

Conheça as anestesias usadas na mamoplastia

Tipos de Mamoplastia

No contexto de mamoplastia, encontram-se técnicas envolvidas no processo. E incluído em cada uma delas, estão objetivos diferentes. Veja suas principais particularidades:

  • Cirurgia de aumento – inserção da prótese de silicone nos seios com a intenção de propiciar volume;
  • Cirurgia redutora – consiste em diminuir e dar nova forma às mamas, com intuito de ajustá-las proporcionalmente ao corpo;
  • Cirurgia reconstrutiva – indicada para recuperar a aparência dos seios, após a remoção completa ou parcial decorrente de alguma doença;
  • Cirurgia de mastopexia – um método utilizado para melhorar o visual da mama flácida ou caída.
 

Como é feita a mamoplastia

Na técnica para aumentar, a prótese de silicone pode ser inserida abaixo do músculo ou da glândula, o local vai depender do tipo do seio. Já na redutora, acontece a remoção do excesso de gordura, tecido glandular ou pele da mama, remodelando um formato mais adequado a estrutura física.

Optando pela reconstrutiva, às vezes é preciso tirar tecido de outras partes do corpo para refazer a mama. Noutro caso, a mastopexia, em que o tecido dos seios é levantado melhorando a aparência do colo.

Conheça todas as técnicas disponíveis, caso pretenda passar por algum desses procedimentos. Para obter resultados positivos, faça todos os exames e siga corretamente as recomendações médicas.

Anestesia na cirurgia

É usada para bloquear por um período a capacidade do cérebro em reconhecer estímulos de dor. Esse benefício possibilita a realização de cirurgias e diversos procedimentos sem causar sofrimento ao paciente.

Na intervenção de aumento ou redução, a anestesia local com sedação é uma das melhores alternativas, pois dessa forma permite a pessoa um sono tranquilo e sem sentir a aplicação, em que torna o processo cirúrgico bem confortável.

Há também a opção da anestesia peridural associada com a sedação ou anestesia geral, levando à ausência da dor, estado de inconsciência e grande relaxamento, indicado para mastopexia ou reconstrutiva.

Essas opções possuem alto nível de segurança, especialmente quando aplicada por profissionais competentes e a sensação que o paciente tem em relação à escolha da anestesia é parecida, pois, durante a cirurgia ficam dormindo e ao acordar o procedimento já terminou.

O tempo de internação vai variar conforme o tipo de anestesia usada na mamoplastia, sendo 12 horas para geral e um tempo menor para local ou peridural com sedação.

Geralmente cada operação tem sua duração, enquanto o aumento das mamas leva até 1 hora, a redução, reconstrução e a mastopexia alcançam em média de 2 a 3 horas.

Cada procedimento e paciente possuem suas particularidades, para entender a melhor combinação entre o procedimento e a anestesia converse com um médico e, assim, poderá tirar mais dúvidas sobre a mamoplastia e o momento adequado para presentear-se com uma mudança dessas, agende uma consulta!