Prótese dentária

Prótese dentária: tudo o que você precisa saber

Você já ouviu falar em prótese dentária? Esse é um termo muito conhecido no ramo da odontologia, visto que é um elemento muito utilizado para tratamentos reparativos, como veremos no artigo a seguir.

O que é prótese dentária?

De modo geral, próteses são utilizadas para substituir algo que foi perdido, como uma estrutura ou uma parte do corpo.

Assim, quando falamos em prótese dentária, naturalmente, estamos falando de um elemento utilizado para substituir um dente ausente, seja a troca por conta de uma necessidade ou para cumprir alguns aspectos estéticos.

Ela funciona exatamente como um dente, desempenhando seu papel no processo de mastigação, transformando a aparência do sorriso daqueles que perderam os dentes, seja por doenças bucais ou traumas.

Os números de pessoas que estão utilizando próteses dentárias cresce a cada ano, na mesma medida que a porcentagem da população que vive sem um ou mais dentes.

Uma pesquisa do Percepções Latino-americanas, que aborda temas como a perda de dentes e autoconfiança, aponta que, atualmente, a estimativa é que 39 milhões de brasileiros utilizam próteses dentárias.

Existe uma quantidade maior de casos de pessoas mais velhas, especialmente as de terceira idade. Segundo o estudo, 41,5% das pessoas com mais de 60 anos não possuem mais nenhuma dentição da estrutura permanente.

Apesar disso, os casos de pessoas jovens que utilizam próteses dentárias também é considerável, com uma proporção de 1 a cada 5 pessoas.

Recomendação

Seja em consultas com dentistas de plano odontologico, clínicas particulares ou públicas, é responsabilidade do profissional identificar a necessidade e possibilidade de recorrer ao implante dentário.

Para isso, a avaliação regular e a checagem da qualidade da saúde bucal é necessária, bem como, caso a realização da implantação seja identificada, exames para identificar a resistência e quantidade de massa óssea também precisarão ser feitos.

O dente é uma estrutura fundamental para o processo de mastigação, formação da face e pode influenciar na fala e respiração. Por isso, é muito importante que eles estejam presentes na boca, bem como tenham qualidade.

Por isso, a recomendação é que, caso haja a perda dental, a procura por um especialista odontológico, como os encontrados em um odonto empresarial, seja feita para tratar a cavidade adequadamente e evitar que inflamações se espalhem.

Tipos de próteses

Existe mais de um tipo de prótese que pode ser escolhida por você ou por dentistas de plano dental, por exemplo. Os modelos mais comuns são:

  • Prótese total;
  • Prótese Parcial Removível;
  • Prótese Parcial Removível Flex;
  • Prótese sobre implante;
  • Prótese fixa.

Cada uma dessas próteses funciona de uma maneira específica, possuem tamanhos diferentes, são posicionadas de formas distintas e também proporcionam resultados variados, visando recuperar a estrutura de forma parcial ou integral.

A prótese total, por exemplo, é uma das mais utilizadas por dentistas de plano dental coletivo empresarial, por conta dos valores e da facilidade na confecção, cobrindo toda a cavidade.

Ou seja, substituindo a dentição original, podendo também ser identificada como a dentadura.

Essa é uma prótese que pode ser removida em momentos específicos, aliviando alguns desconfortos e facilitando a higienização da estrutura.

Entretanto, ela não garante a mesma estabilidade e força na mastigação como ocorre em outros modelos, como na prótese sobre implante.

Isso porque o implante dentário é uma estrutura metálica robusta, que fixa as próteses e fortalece seu posicionamento.

Vantagens e contraindicações

Ao mesmo tempo que o tratamento com próteses tem suas vantagens, e por isso acaba sendo indicado em diversos casos, ele também pode apresentar contra indicações.

As vantagens são as mais variadas, como a substituição de dentes perdidos e, consequentemente, ajuste da mordida, a melhora na aparência e na autoestima com a recuperação no sorriso, além de aprimorar a qualidade da fala e da respiração.

Contudo, também existem alguns cuidados que são necessários antes e após a colocação da prótese dentária, que podem ser distintas – conforme a condição da saúde geral -, e que deve ser avaliada em conjunto com o profissional credenciado junto ao convenio odontologico.

Além disso, há condições específicas de saúde que podem demandar ainda mais atenção e até a reconsideração do tipo de tratamento escolhido.

Em casos de diabetes não tratada, tabagismo e bruxismo, por exemplo, é fundamental verificar, previamente, com os especialistas se pode realmente utilizar uma prótese, visto que, nessas situações, o paciente pode ter mais complicações para a cicatrização.

Além disso, após a realização do tratamento, é essencial que os pacientes tenham cuidados prévios de rotina, aumentando as chances do procedimento ser executado de forma qualificada e com resultados positivos.

Nesse sentido, ter uma higienização bucal de qualidade e frequentar as consultas com o dentista, seja ele de plano dental para MEI ou não, para verificar as condições da saúde bucal e observar a adesão da prótese é essencial.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.