Viajar grávida, veja dicas de cuidado e aproveite o passeio!

A dúvida sobre viajar grávida é uma constante na vida de mulheres desde o início da gestação. Isso porque a gravidez pode envolver cuidados específicos que precisam de atenção, principalmente na hora de pensar em viajar.

Entretanto, é importante dizer que não há contraindicações sobre viajar grávida, ainda que existam recomendações para preservar a saúde da mãe e do bebê.

Então, se você quer saber mais sobre o assunto, faça a contratação de um seguro viagem gestante, escolha o destino e siga nossas dicas!

Viajar grávida de avião, orientações

Primeiramente, é importante esclarecer que os médicos orientam que uma gestante só embarque em um voo entre o terceiro e o sétimo mês de gestação. Isso porque antes deste período há risco de parto prematuro em caso de estresse ou situações de tensão.

Por isso, atenção ao período da gestação na hora de viajar grávida de avião.

Além disso, mesmo em voos curtos, o atendimento só será realizado após o desembarque.

Em caso de futuras mães de gêmeos ou mais filhos, o ideal é que a viagem aconteça apenas a partir da 28ª semana, uma vez que estas gestações são mais complicadas.

Aliás, antes de embarcar, confira com a companhia aérea se há exigências sobre uma autorização médica para viajar grávida e nunca se esqueça de consultar seu obstetra de confiança para que ele recomende os procedimentos adequados.

A maioria das companhias aéreas permitem viagens em qualquer momento da gravidez, porém certifique-se sempre antes de embarcar.

Em geral, a recomendação sobre a viagem após o 4º mês é porque neste período os enjoos se tornam menos frequentes e a gestação entra em sua fase, normalmente, mais tranquila.

Precisou viajar de avião durante a gravidez? Siga estes passos

Em casos onde viajar grávida de avião é necessário, há procedimentos a se tomar que podem proporcionar um voo mais tranquilo. O primeiro deles é escolher um assento próximo ao corredor, já que as grávidas urinam com maior frequência.

Outra dica é utilizar uma meia de média compressão durante o voo, já que ficar muito tempo em uma única posição pode causar inchaços e dores nas pernas e manter uma garrafa de água por perto. Isso porque as grávidas se desidratam facilmente.

No dia anterior à viagem, tente evitar alimentos que produzam gases ou mesmo bebidas diuréticas como chás, cafés e bebidas com cola.

E por último, para viajar grávida de avião, leve um lanche para se manter alimentada durante todo o voo. Nem sempre os horários de refeição irão coincidir com seu apetite, logo, previna-se.

Passeios ou viagens de carro e ônibus durante a gravidez

Os passeios de carro ou de ônibus costumam ser mais tranquilos para a mulher que vai viajar grávida, mas ainda assim requer cuidados especiais.

Passeios ou viagens de carro e ônibus durante a gravidez

O primeiro deles é conseguir realizar uma parada a cada hora e meia – ou na máximo duas horas – para que seja possível caminhar um pouco e esticar os músculos.

Assim como na recomendação de voos, ao viajar grávida, tenha sempre água e algum alimento leve como frutas por perto.

E sempre quando possível, pare para ir ao banheiro. Segurar a vontade de urinar pode comprometer o funcionamento dos rins e, consequentemente, a saúde da mãe e do bebê.

Durante a viagem

Após seguir as recomendações acima você chegou ao seu destino, e então há novos cuidados a serem tomados para viajar grávida. Primeiramente, carregue apenas sua bolsa de mãe e peça a outros para cuidarem das malas pesadas ou qualquer outro tipo de bagagem.

Ainda que seja comum sairmos do ritmo durante uma viagem, tente manter uma alimentação regular e saudável, um bom ritmo de sono e beba água frequentemente.

Na praia, evite a exposição por longo período de tempo ao sol e não abuse de caminhadas. 

Caso o passeio seja em praia e haja a opção de mergulho, realize apenas atividades que são feitas na superfície da água. Isso porque o uso de cilindros de ar são contra-indicados durante a gravidez.

Às amantes dos esportes radicais, aproveite o passeio ao viajar grávida para acompanhar outros aventureiros e deixe para fazer tudo isso após dar à luz. 

Cavalgar, andar de moto, usar toboáguas, pular de bungee jump ou asa-delta são atividades que não precisam acontecer neste momento. Além de arriscadas, são contra-indicadas durante qualquer momento da gestação.

Por último, tenha sempre em mãos remédios básicos, seja para uma viagem dentro do país ou para destinos internacionais. E por falar em destino estrangeiros, vários deles exigem receita para medicamentos liberados no Brasil, logo, não se arrisque.

Leia atentamente as instruções e coberturas do seu seguro viagem e escolha aquele que forneça maior tranquilidade para você viajar grávida.

Existem destinos ideais para viajar grávida?

Ainda que alguns portais recomendem determinados passeios, a resposta para essa pergunta é não. Contudo, isso não significa viajar grávida no último mês de gestação para um lugar remoto e sem atendimento médico, não é mesmo?

Existem destinos ideais para viajar grávida?

Por isso, basta usar o bom senso e pensar sempre nos seguintes pontos:

  • Escolha lugares próximos de atendimentos médicos e emergenciais;
  • Evite lugares com incidência grande de mosquitos ou ainda casos de zika, malária e outras doenças complicadas para uma gestante;
  • Opte por passeios mais curtos e que não dispensem longas horas dentro de um ônibus, carro ou avião;
  • Evite cidades e locais com muita altitude, como por exemplo, o deserto do Atacama, Machu Picchu dentre outros. O ar mais rarefeito pode impactar de maneira negativa em seu período de gestação;

E por último, lembre-se sempre de respeitar o seu corpo e sua mente. Você não precisa fazer tudo ao mesmo tempo durante a gestação. Caso se sinta cansada durante uma viagem, descanse. Está indisposta para sair para jantar? Recorra ao delivery!

Viajar grávida pode ser uma experiência maravilhosa se você for capaz de curtir e lembrar que ainda haverão outros passeios, outros destinos, e que em breve, a jornada de ser mãe começa. 

Esteja pronta para ela e não se cobre demais, mesmo escolhendo por viajar grávida.

Viajar grávida