Bebês podem comer ovo na introdução alimentar? Entenda!

Será que os bebês podem comer ovo durante a introdução alimentar? Essa é uma dúvida comum para muitas mães, que teme possíveis reações alérgicas da criança a este alimento.

Até os seis meses de idade, a recomendação é que o bebê seja alimentado exclusivamente com leite materno. Contudo, a partir dos seis meses, já é possível introduzir algumas comidas sólidas em sua dieta.

No artigo de hoje vamos descobrir se é possível introduzir o ovo na alimentação do bebê desde cedo. Além de tirar outras dúvidas. Então, aproveite a leitura!

Importante: esse artigo não substitui a orientação médica .Procure o pediatra do seu filho ou um nutricionista e se informe melhor. 

Então, bebês podem comer ovo? 

O ovo é um tipo de alimento potencialmente alergênico, apesar disso, pode sim ser introduzido na alimentação do bebê. Essa introdução alimentar pode ser feita a partir dos 6 primeiros meses de vida do bebê.

Pois, embora o seu potencial alergênico, o ovo não costuma causar problemas na alimentação dos bebês. Então, dar ovo ao bebê apenas não é recomendado no caso de crianças alérgicas há alguns alimentos.

Porque, quando a criança já tem alguma alergia alimentar,  é preciso redobrar o cuidado. E esperar um pouco mais para oferecer ovos a ela na alimentação.

Além disso, crianças com alergias alimentares precisam ser acompanhada de perto pelo pediatra. E a introdução de novos alimentos na dieta deve contar com orientação médica.

Uma dúvida antiga…

Saber se os bebês podem comer ovo não é uma dúvida muito nova. Na verdade, os pais têm receio de dar ovos a seus filhos pequenos há um bom tempo.

Por por muitos anos as sociedades médicas recomendavam aos pais que esperassem para introduzir o ovo na alimentação dos bebês.

No entanto, esse consenso mudou quando diversos estudos começaram a demonstrar justamente o contrário. Pois, as pesquisas atuais apontam que demorar a introduzir o ovo na dieta aumenta as chances de desenvolver alergia alimentar.

Então, o ideal é incluído o ovo assim que possível na alimentação do bebê. Para que o organismo da criança se acostume com essa proteína.

Bebês podem comer ovo de que forma?

Lembre-se que as informações desse texto não substituem a orientação médica. Vá ao pediatra do seu filho ou a nutricionista esse informe com maiores detalhes.

Você pode oferecer o ovo inteiro ao bebê, desde que a gema esteja bem cozida. Porque, a gema bem cozida desnatura mais a proteína e diminui as chances de uma reação alérgica.

Logo, preparar receitas como omelete, ovos cozidos e ovos mexidos são boas escolhas. Já receitas que levam ovo cru, como gemada e salada de maionese, devem ser evitadas.

Como o bebês podem comer ovo diminuindo as chances de uma reação alérgica

Se você quiser ter um pouco mais de cautela, ofereça primeiro a gema bem cozida. E observe a reação do bebê. 

Se nada de anormal ocorrer nos próximos dias você já pode oferecer o ovo com a clara. Isso porque, é a clara do ovo a principal responsável pelas reações alérgicas em bebês. 

Então, observe novamente o seu filho. Se ele não apresentar nenhuma reação anormal, dê as boas-vindas aos ovos em sua alimentação.

Dicas finais

A gema é um ótimo alimento para o bebê, pois é rica em ferro. Além disso, o ovo como um todo é rico em minerais, gorduras boas (insaturadas) e proteínas. 

Portanto, os ovos são ótimos alimentos para introduzir na alimentação do seu bebê. E quanto mais cedo você fizer isso melhor.

Mas, não se esqueça que essas dicas sobre se os bebês podem comer ovo, não substituem a orientação do médico. Leve seu filho ao pediatra / nutricionista para uma consulta e peça mais informações. Dúvidas? Comente!  

Post anterior: Como aumentar a produção de leite materno: 4 dicas

bebês podem comer ovo