Botox ou progressiva? Qual método escolher?

Recentemente, a onda de transição capilar atingiu muitas mulheres brasileiras com força e, cada vez mais, cabelos ondulados, cacheados e crespos desfilaram pelas ruas. Mas, apesar disso, o alisamento de cabelo continua sendo uma opção para muitas mulheres, então, métodos de alisamento permanecem em alta demanda. É por isso que é importante se manter a par das técnicas de alisamento de cabelo.

Se você quer se tornar um especialista na área e conhecer todas as técnicas de alisamento de cabelo, continue lendo este artigo! Falaremos sobre novas técnicas, diferentes tipos de alisamento e como escolher uma das técnicas certas de alisamento de cabelo.

Quais São as Técnicas de Alisamento Capilar?

Hoje em dia, muitas mulheres ainda preferem manter o cabelo liso e, portanto, produtos químicos como progressivas, selantes ou alisadoras agora fazem parte de sua rotina.

É por isso que, com o progresso dos estudos sobre produtos químicos de alisamento, certos tipos de alisamento que não danificam o cabelo começaram a aparecer. Essas novas técnicas usam agentes naturais e oferecem um efeito mais suave, em comparação com técnicas baseadas em produtos mais agressivos.

Descubra agora as novas técnicas de alisamento e seus respectivos efeitos no seu cabelo:

1. Botox Capilar

Recomendado para todos os tipos de cabelo, o botox capilar é um tratamento capaz de alinhar as cutículas do fio, selar a fibra capilar, além de substituir a massa perdida devido a outros tipos de produtos químicos ou agressões cotidianas.

No entanto, como algumas pessoas pensam, esse processo não tem o poder de alisar o cabelo! De fato, em sua composição, não há agentes suavizantes, como o formaldeído, presentes em escovas progressivas e definitivas, por exemplo.

Funciona como uma cauterização de queratina, nutrindo o cabelo com proteínas e vitaminas e, dessa forma, os fios têm uma aparência mais alinhada e menos frizz. Além disso, o botox pode preencher lacunas na fibra capilar, o que ajuda a manter o equilíbrio entre a raiz e as pontas.

2. Escova Progressiva

Como o próprio nome sugere, a escova de alisamento permanente destina-se a alisar o cabelo permanentemente, por mais tempo do que outros tipos de técnicas de alisamento.

Os produtos usados nesta técnica de alisamento capilar são compostos de tioglicolato de amônio, um tipo de ingrediente ativo que tem o poder de modificar a estrutura dos fios de cabelo. Dá o efeito super suave da chapinha e é ideal para mulheres que querem mudar completamente sua aparência.

Como Escolher a Melhor Técnica Para Cada Tipo de Cabelo?

Para saber qual é a melhor técnica de alisamento de cabelo ou o melhor alisamento para cabelos finos, volumosos e cacheados, entre outros, primeiro é necessário analisar a raiz natural do cabelo e a estrutura dos diferentes tipos de cabelo.

1. CABELOS ENCARACOLADOS E ONDULADOS

Para aqueles que têm cabelos ondulados ou cacheados e que querem reduzir o volume e controlar o frizz, a escova progressiva é perfeita. Isso dará um efeito de cabelo mais alinhado e sem frizz sem deixar seu cabelo perder seu movimento natural.

Os cabelos grossos também podem optar pela escova inteligente, cuja composição contém queratina hidrolisada. Essas duas técnicas não são permanentes e, portanto, devem ser retocadas a cada 2 a 4 meses.

2. CABELOS ENCARACOLADOS

Para cabelos crespos, os melhores tipos de alisamento são aqueles que contêm ingredientes ativos que modificam a forma do cabelo, como hidróxido de sódio, guanidídeo e tioglicolato de amônio.

A escova de alisamento progressiva e a escova Botox são exemplos de tratamentos de alisamento ideais para cabelos cacheados, porque eles têm o poder de penetrar dentro da fibra capilar e realinhar a estrutura interna do cabelo.

3. CABELO FINO

O cabelo fino é naturalmente mais delicado e propenso a ser danificado por qualquer tipo de tratamento químico e alisamento. É por isso que os tratamentos de alisamento ideais são aqueles que contêm queratina em sua composição, para garantir que o cabelo permaneça forte e não se quebre durante o processo.

Exemplo de alisamento perfeito para cabelos finos, a escova de ostras apareceu com a promessa de corrigir os defeitos e imperfeições de fios frágeis, como os finos.

O tratamento com queratina, também conhecido como “tratamento proteico” e “alisamento do cabelo”, permite que seu cabelo não se enrole e pareça muito mais liso. Depois de aplicar uma solução de queratina, seu cabelo é seco e alisado com uma chapinha para fixar o produto.

Este tratamento é considerado menos prejudicial, porque não quebra as ligações do cabelo para reestrutura-lo, mas suaviza as células sobrepostas para formar os fios, tornando-os brilhantes e macios ao toque. Um tratamento com queratina pode durar até três meses, dependendo da textura e espessura do seu cabelo.

Post anterior: Benefícios de fazer um curso de penteado

botox ou progressiva