Produzindo legendas para fotos sozinha, um desafio!

Já parou para pensar a importância de produzir as suas legendas para fotos sozinha. Pois é, muitas vezes esquecidas, muitas vezes mal escritas, as legendas das fotos são uma fonte para capturar a atenção do internauta e do leitor de um artigo de imprensa.

Para tal, é importante que você produza suas legendas para fotos sozinha, pois permitem uma melhor referenciação e por isso é óbvio que é necessário dedicar tempo a eles sem que seja demorado. Então o que fazer?

Escrever legendas para fotos sozinha é “texto curto que acompanha uma fotografia, diagrama, mapa ou gráfico. Isso pode assumir várias formas: descritiva, interpretativa, informativa. A lenda deveria ser onipresente? Isso realmente muda a visão que temos de uma fotografia ou gráfico? Em qual caso usar ou não usar? Onde está o seu limite?

Dicas para produzir legendas para fotos sozinha

Escolhendo o nome certo da imagem

O Google ainda não consegue ler uma imagem, embora o futuro possa ser diferente, então você precisa informar ao Google o que está em sua fotografia, diagrama, mapa ou gráfico.

Por exemplo, se você quiser fazer referência a fotos de um de seus produtos, do líder de sua empresa, escreva seunome.jpg, e o Google poderá posicionar sua imagem com relevância.

A legenda da imagem corresponde ao texto apresentado por baixo da imagem, não trazendo qualquer valor acrescentado direto em termos de referência. Pode ser útil para a experiência do usuário e traz conteúdo em torno da imagem.

Ele permite que você cuide do contexto. No entanto, a descrição longa da sua imagem não é lida pelo Google, mas é útil para páginas de anexos.

Como escrever legendas para fotos sozinha?

A legenda e a ilustração pertencem ao primeiro nível de leitura. Quase sempre, o leitor vê a foto e lê a legenda antes de ler o artigo (a não ser que esteja no meio do texto, claro).

Deve fornecer as informações essenciais para a compreensão da imagem, seja ela qual for, pelo que é necessário responder às seguintes questões:

De quem?

Sobre o que é isso?

Cadê?

Quais são esses personagens?

A legenda permanece lá para estimular o internauta a ler o site e usa a mesma técnica usada para escrever um intertítulo de artigo de imprensa. Trata-se de escrever o que o internauta quer aprender lendo o artigo, ou o que vai encontrar no texto.

De qualquer forma, deve-se lembrar que uma imagem, fala melhor com sua legenda, e que uma foto banal pode ser otimizada por uma boa redação da legenda e fazer você desejar.

Uma legenda continua a ser um texto que acompanha uma ilustração e que dá o significado. O texto deve explicar o conteúdo da foto e seu significado se as imagens não puderem ser facilmente compreendidas.

A imagem e sua legenda formam um todo. Este último não pode ser entendido sem a imagem. A imagem não pode realmente dizer o que o editor quer que ela diga sem a legenda. Ao final, podemos dizer que um e outro se complementam.

Podemos distinguir 5 fórmulas de legenda

A legenda adicional: A legenda deve fornecer elementos adicionais à informação: a data e o nome do local, por exemplo.

A lenda explicativa: A foto pode conter componentes desconhecidos para os leitores e que eles não conseguem identificar, mesmo que a foto tenha uma legibilidade muito boa.

A lenda evocativa: É uma legenda que evoca o assunto do artigo que acompanha a foto e que até deixa, em alguns casos, vislumbrar sua tendência.

A lenda narrativa: Conta de forma bastante detalhada o evento que a foto visualiza. Dependendo do interesse do assunto e da fórmula de publicação, pode ser uma única foto (jornal diário) ou uma série de fotos (jornal periódico).

Post anterior: Aliança de Namoro: Como escolher a sua

legendas para fotos sozinha