Planejamento financeiro – 365 dias para Londres

Embarcar para o exterior de mala e cuia, especialmente em família, envolve MUUUUITO planejamento financeiro. Gastos e receitas na ponta do lápis e bora lá: a meta agora é economizar para alcançar o nosso sonho de voltar para Londres.

Não tínhamos nenhuma poupança específica para viajar. No primeiro semestre deste ano, focamos em organizar as finanças e colocar as contas em dia. Feito isso, no mês que vem estaremos com tudo certo para começar a juntar moedinhas.

A primeira iniciativa que já estamos tendo para conseguir uma grana extra é vender o que não precisamos. Livros, DVDs, brinquedos, roupas, desapego total. A pergunta básica é: se eu tivesse duas malas agora na minha frente… isso estaria nelas?

Para vender as coisas temos usados dois sites, como conto no vídeo do post. O Enjoei e o Retroca (já expliquei o processo de venda de roupas no Retroca AQUI).

O legal de começar a vender as coisas que não usamos mais agora, com antecedência, é poder fazer com calma. Além disso, os pagamentos às vezes demoram (o Enjoei paga uns 15 dias depois da entrega na casa do comprador e o Retroca também, uns 15 dias depois de receber e avaliar tudo).

Assim, podemos tentar vender por um preço justo e sem afobação. Mais próximo da viagem focamos nos móveis e podemos liquidar o que sobrar.

Outra dica é fazer uma planilha com gastos prováveis para a mudança (passagens, documentação, poupança para os primeiros meses no exterior, etc) e outra com um cronograma de planejamento. Por exemplo: 10 meses antes começar a fazer a documentação, 6 meses antes comprar passagens, etc. Assim, é possível enxergar quanto será necessário e mais ou menos quando.

Confiram então um vídeo com mais dicas sobre o assunto. Espero que gostem!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *