5 Dicas Simples Para Mamães Atarefadas Cuidarem da Saúde dos Filhos

Saúde dos Filhos

Criar filhos perfeitamente saudáveis ​​é um verdadeiro desafio para as mamães, principalmente àquelas atarefadas. Nem sempre é fácil incutir bons hábitos nos filhos, por isso, oferecemos 5 dicas para cuidar da saúde dos filhos.

1. Saúde dos Filhos: Ofereça um bom café da manhã


Tomar um bom café da manhã ajuda a manter um certo equilíbrio nutricional. Os nutricionistas afirmam que esta refeição da manhã corresponde a 20/25% das necessidades nutricionais do dia.

Um café da manhã equilibrado fornece à criança energia suficiente para que ela não se canse e possa se concentrar na aula. Também ajuda a evitar lanches ou excesso de peso em crianças de 3 a 6 anos de idade.

É importante que os pais adaptem o cardápio à idade da criança. Uma criança de 6 anos não tem as mesmas necessidades de energia que uma criança de 3 anos.

Por fim, o equilíbrio de suas refeições pode permitir que a criança adquira bons hábitos alimentares desde pequena.

2. Ofereça frutas e legumes


Quando se trata de incentivar as crianças a comer de maneira saudável, geralmente pensamos em vegetais. No entanto, frutas também são importantes. Elas contêm fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes.

Graças a seus nutrientes, as frutas limitam os riscos de desenvolver as doenças crônicas mais comuns, como diabetes tipo 2, certos tipos de câncer e doenças cardíacas.

As crianças adoram tudo o que é divertido. Um conselho que pode ser usado ao preparar menus. Assim, você pode oferecer frutas e legumes ao fazer refeições temáticas em torno de uma cor ou uma letra.

Cabe a você aproveitar a oportunidade para apresentar o maior número possível de frutas e legumes. Não hesite em envolver seus filhos.

3. Saúde dos Filhos: Ofereça muita água ao seu filho


Nosso corpo não só precisa de comida, mas também precisa de pelo menos 5 copos de líquido por dia. Para que seus filhos não fiquem desidratados, é muito importante que bebam água, principalmente em climas quentes ou durante atividades físicas intensas.

As recomendações para a ingestão diária de água variam de acordo com a idade.

Uma criança entre 4 e 8 anos de idade deve beber aproximadamente 1,1 L de água por dia, enquanto uma criança entre 9 e 13 anos precisa de 1,4 L de água por dia.

A água representa 70% do peso da criança. É essencial para o seu desenvolvimento, mas também para a capacidade de se concentrar e aprender.

Quando uma criança está com sede, ela já está desidratada e suas capacidades são reduzidas: problemas de atenção, memória imediata prejudicada e fadiga são as principais consequências da falta de hidratação.

Portanto, é essencial se preocupar com a hidratação das crianças em casa e na escola. Não hesite em conscientizá-los da necessidade de beber água durante o dia.

4. Cuidar do ambiente em que a criança está inserida


As crianças estão em contato mais próximo com o ambiente do que os adultos. Elas rastejam no chão, colocam os dedos na boca e, por sua curiosidade, tocam e experimentam tudo sem saber se é perigoso.

Elas podem ser mais sensíveis a certas substâncias por causa de seu estágio de desenvolvimento.

Como mãe ou responsável, você tem um papel importante a desempenhar na criação de um ambiente saudável para os seus filhos.

A criança se desenvolve através de seus contatos com tudo ao seu redor: seus pais, irmãos e irmãs, a babá e os amigos de seu grupo na creche. Assim, a qualidade dos ambientes em que ela cresce tem uma grande influência no seu bem-estar.

Garantir que o ambiente da criança seja saudável e estimulante é um meio essencial para garantir seu bem-estar.

Algumas dicas para as mamães super ocupadas são:

Lave as mãos com água e sabão depois de usar o banheiro e antes de cada refeição.

Tire os sapatos quando chegar em casa. O piso do lado de fora da casa pode conter certas substâncias que você não deseja encontrar em casa. Tirar os sapatos ao entrar em casa é uma maneira de reduzir a quantidade dessas substâncias em sua casa.

Proteja as crianças contra muita exposição ao sol. Os raios ultravioletas (UV) do sol podem causar queimaduras solares dolorosas e causar câncer de pele. Isso se aplica especialmente a bebês e crianças, cuja pele queima facilmente. 

5. Saúde dos Filhos: Menos telas


Certas mudanças nas últimas décadas, como o afastamento da natureza, a poluição, o ritmo atual da vida e o aumento da presença de tecnologia, podem afetar a saúde e o bem-estar das crianças.

Os tempos de rotina representam momentos cruciais, entre outras coisas, para nutrir o relacionamento entre adultos e crianças. É possível que a presença de telas durante essas atividades possa interferir nas oportunidades de desenvolvimento social e emocional da criança.

De fato, a exposição às telas durante as rotinas diárias: troca de fraldas e banheiro, roupas, refeições, cochilo, banho e hora de dormir, pode até levar a atrasos no desenvolvimento socioemocional.

Agora que você sabe nossas dicas para cuidar da saúde das crianças, não deixe de colocá-las em prática!
Postagem Anterior Próxima Postagem