Clínica de tratamento capilar: conheça os principais tratamentos

A perda de cabelos é um processo natural do organismo. Em média, caem cerca de 100 fios de cabelo por dia, o que é normal, considerando que os fios possuem um ciclo de crescimento e queda. Mas quando os cabelos começam a cair em uma quantidade maior (quando podemos observar chumaços na escova ou no ralo do chuveiro), pode ser um sinal de que há alguma alteração na estrutura dos fios.

Tratamento capilar

Há casos em que a queda pode ser temporária e o problema se resolve, sem tratamento, em alguns meses. Mas caso a queda persista, deve-se procurar por um atendimento especializado, de preferência em uma clínica de tratamento capilar.

Contando com uma equipe de profissionais especializados em diagnosticar e tratar as doenças que acometem tanto o couro cabeludo quanto a estrutura dos fios, uma clínica de tratamento capilar faz a avaliação completa da saúde dos cabelos para oferecer o melhor procedimento. Conheça alguns deles, como são realizados e para quem são indicados.

  • Tricoscopia: é um exame, realizado em uma clínica de tratamento capilar, que permite examinar detalhes do couro cabeludo e dos fios que são imperceptíveis ao exame clínico tradicional para diagnosticar o que está ocasionando a queda de cabelos. Com um aparelho chamado dermatoscópio, que permite aumentar em até 400 vezes o tamanho dos fios, o procedimento permite saber a dimensão da perda de cabelo para que o médico possa escolher o melhor tratamento. Com ele, são diagnosticadas doenças como calvície, dermatite seborreica, alopecia areata, psoríase, lúpus, entre outras. Além de preciso, o exame não é invasivo, é indolor, rápido e não exige nenhum preparo prévio.
  • Mesoterapia: a mesoterapia capilar é uma técnica de tratamento para queda cabelos. Consiste na aplicação de medicamentos e princípios ativos diretamente no couro cabeludo, o que potencializa os resultados do tratamento. Essas substâncias estimulam os folículos, aumentando a circulação sanguínea, o tempo de fase anágena (período de crescimento do fio) e promovendo uma melhora lenta e gradual dos cabelos. Além disso, a mesoterapia pode oferecer bons resultados ao atrasar a fase de queda, principalmente nos casos de calvície. Em geral, os resultados podem ser vistos depois da terceira aplicação e a quantidade de sessões depende da intensidade da queda, sendo recomendado o intervalo de uma a duas semanas entre elas.
  • Implante capilar: trata-se de uma técnica cirúrgica que remove os folículos capilares de um local doador do paciente (nuca ou laterais da cabeça) para serem aplicados em uma área calva ou rarefeita. O objetivo é que os fios transplantados gerem novos folículos capilares saudáveis, o que estimulará o crescimento do cabelo. O implante capilar é recomendado para homens e mulheres que apresentem algum grau de calvície, queiram esconder cicatrizes, esconder falhas na sobrancelha, diminuir as entradas ou o tamanho da testa e corrigir falhas na barba. Na maioria dos pacientes, os fios transplantados começam a cair progressivamente após 15 dias da cirurgia e começam a crescer depois de, em média, três meses. O resultado pode ser visto um ano após o procedimento realizado.
  • Microinfusão capilar: o tratamento é realizado com um aparelho, semelhante a uma caneta ou a um cilindro, que contém microagulhas. Ao ser pressionado sobre a área a ser tratada (a até 0,5 milímetro de profundidade), são causados pequenos furos na pele do couro cabeludo. É por eles que serão aplicados os medicamentos utilizados no tratamento. É importante que o procedimento seja realizado em uma clínica de tratamento capilar, por um médico capacitado, pois é utilizada uma mescla de medicamentos, que variam de paciente para paciente. As medicações (vitaminas, fatores de crescimento e bloqueadores de enzimas) podem ser usadas de forma isolada ou em conjunto, de acordo com cada diagnóstico, e as sessões são feitas em consultório, uma vez por mês. A microinfusão também pode ser associada a outros procedimentos, como laser.
  • Laser capilar: o tratamento é indicado para queda de cabelos de leve a severa. A aplicação do laser é feita diretamente no couro cabeludo, sem utilização de agulhas. Por ter ação anti-inflamatória e vasodilatadora, o procedimento estimula o crescimento capilar, podendo ser utilizado também em casos de dermatite seborreica de couro cabeludo, caspa e após cirurgia de transplante capilar, acelerando a cicatrização. O tratamento fortalece os fios existentes e estimula o surgimento de novos, mais saudáveis e fortes, pois ele estimula a produção de colágenos, que auxilia na regeneração dos fios. 

É importante que, independentemente do tratamento, este seja realizado em uma clínica de tratamento capilar, com profissionais capacitados, para que não haja riscos para o paciente. E lembre-se: nunca se automedique para tratar a queda de cabelos.
Postagem Anterior Próxima Postagem