Por que é importante que você leia para o seu filho?

 

contar histórias para as crianças


Embora grande parte dos pais reconheça que ler é um hábito importante, muitos ainda têm dificuldade de colocá-lo em prática e até mesmo não conhecem os benefícios que a leitura traz para os pequenos se incentivada desde muito cedo.

Todas as categorias de livros adequadas para crianças contribuem para o crescimento infantil. Isso porque contar histórias para seus filhos, desde a gestação, contribui para o desenvolvimento socioemocional e cognitivo dos pequenos, expande o universo de pais e filhos e fortalece o vínculo.

A seguir, confira uma lista com esses e outros motivos que comprovam a importância de ler para as crianças e inclua essa atividade o mais rápido possível na rotina da família.

Desenvolvimento da linguagem

Ao ler para seus filhos, você ensina a eles que a linguagem escrita tem ligação com a linguagem falada, além de familiarizá-los com vários gêneros literários. Apesar de parecer algo simples, isso pode ser um fator determinante para que ele aprecie a atividade e se torne um leitor futuramente.

E a leitura, ao mesmo tempo que estimula a verbalização, também amplia as referências culturais, aumenta o vocabulário, melhora a compreensão do mundo, agrega valor ao repertório e, consequentemente, desenvolve a capacidade da criança se expressar, tanto por meio da fala como da escrita.

Estímulo à imaginação

As narrativas dos livros chamam a atenção dos pequenos para um mundo imaginário, que oferece fontes de criação e interação bem diferentes daquelas fornecidas na vida real. No entanto, isso não significa que seu filho não terá ciência da realidade. Muito pelo contrário! Vivenciar a fantasia transforma os pequenos em seres autônomos e criativos, capazes de lidar com as adversidades diárias, encontrando soluções inovadoras. A literatura nos coloca em uma posição ativa diante das histórias, diferentemente da televisão, pois, naturalmente, provoca o leitor a imaginar suas próprias cenas na cabeça.

Fortalecimento do vínculo familiar

Ler com seus filhos ou para eles contribui para que os laços familiares sejam estreitados. A intimidade desenvolvida no decorrer dessa atividade faz com que o momento não se resuma apenas a uma troca de ideias, mas também de sentimentos e carinhos.

Essa forma de comunicação, cheia de cumplicidade, contribui para que a autoestima dos seus filhos seja consolidada, pois faz com que eles se sintam seguros, amados e valorizados dentro do núcleo familiar. Além disso, vocês ainda constroem, juntos, uma memória afetiva, que liga os livros a essas ocasiões de afeto.

Expressão das emoções

Mesmo a narrativa mais simples traz um conflito vivenciado por um personagem específico. Com isso, a criança que está lendo ou escutando a história se envolve na trama fictícia, vivenciando essas situações diferentes junto ao personagem em questão. Dessa forma, ela aprende a enfrentar medos, angústias, desafios e tristezas, que fazem parte da vida real. Ou seja: cada leitura torna a criança emocionalmente mais forte.

O mais interessante de tudo é que as vivências dos personagens apresentam aos seus filhos os mais variados aspectos da natureza do ser humano, os estimulando a iniciar o processo de autoconhecimento, conforme surgem questionamentos no decorrer da narrativa.

O personagem agiu certo ou errado? Será que eu teria coragem ou medo? Naquela situação, faria a mesma coisa que ele ou tomaria uma atitude diferente? Ao exercitar a empatia, conhecemos nossas próprias emoções e aprendemos a expressá-las, graças às relações pré-estabelecidas.

Em resumo, a conexão construída entre os personagens das histórias e as crianças permite que elas olhem para si e consigam identificar o que sentem diante de cada situação, tornando-se mais maduras no âmbito emocional. Isso quer dizer que o hábito da leitura colabora para que elas tenham relacionamentos saudáveis no decorrer da vida.

Postagem Anterior Próxima Postagem