Dicas para escolher a melhor escola particular do seu filho

Todo início de ano (e algumas vezes, no meio também), os pais precisam pensar na rematrícula dos filhos. E, vez ou outra, vem a dúvida de como escolher a melhor escola particular do seu filho

Existem diversos fatores que influenciam nessa decisão. Como o método de ensino, o custo dos uniformes e a localização do colégio.

Assim, pode ficar um pouco difícil de tomar a decisão. Felizmente, preparamos esse guia para você. Fique com a gente para saber mais sobre como tomar essa decisão.

Saiba o que você quer

Esse é o primeiro passo, antes de você começar qualquer coisa. Nesse caso, você deve se perguntar qual é o tipo de educação que você deseja dar a seu filho.

Você precisa levar em conta que deve prepará-lo para o mundo real. Não para o mundo que você deseja que fosse.

Além disso, deve considerar que seu filho cresce. Logo precisará de informação e formação distinta, ao longo da vida.

Dito isso, considere o que a escola oferece. E verificar o que a escola tem a oferecer a ele como aluno e como pessoa.

Leia também: Melhores cidades de São Paulo para educação de seus filhos.

Faça uma lista do que você quer

Depois que você identificar o que considera uma educação ideal, bote no papel. Assim, suas ideias ficarão muito mais organizadas.

Coloque todos os pontos que são importantes para você. Se preciso, escreva o que significa cada coisa. Imagine que você está explicando para outra pessoa. Assim, ela ficará mais completa.

Tente, depois disso, refazer a lista, listando os pontos por prioridade. Abaixo, listamos alguns pontos que só interessantes manter em qualquer lista.

Não se esqueça do básico

Como você viu, existem diversos recursos interessantes em escolas particulares. Mas não esqueça dos recursos básicos. Como cuidados com a higiene, alimentação e segurança das crianças.

Procure saber como é a limpeza do lugar. E qual incentivo os professores dão para as crianças lavarem as mãos e o rosto, por exemplo.

Pergunte, também, qual é a qualidade do lanche oferecido para as crianças. O mesmo vale para a cantina, se a escola tiver.

Caso seja necessário, cogite preparar lanches saudáveis para levar a escola. No entanto, considere incluir isso no seu orçamento e agenda.

Localização

Isso deve levar em conta a sua cidade. Ela é grande? É segura? Tem muito trânsito? Quanto tempo e qual a dificuldade para levar e buscar seu filho da escola?

Responda a essas perguntas com sinceridade. Geralmente, isso te leva a escolher uma escola próxima de casa ou do trabalho. Além de ser mais econômico, você pode acorrer ao colégio em emergências.

Além de abrir a possibilidade de a criança ir a pé ou de ônibus para a escola. Se existirem condições e segurança para isso.

Período das aulas

Verifique se trata-se de meio período, integral ou flexível. Isso impactará na quantidade de informações e interações sociais da criança.

Além de afetar a vida de quem busca os pequenos. Todos esses pontos precisam ser considerados para saber qual modelo é o mais adequado.

Além disso, não basta que a criança fique o dia todo na escola. O ambiente precisa ser confortável e produtivo.

Infraestrutura

O espaço disponível é muito importante na hora de escolher uma escola. Eles têm o poder de influenciar a qualidade da educação do seu filho. Assim como seu desenvolvimento, em geral.

Assim, considere o básico, como acesso à água, energia e coleta de esgoto. Sem se esquecer das condições do prédio. E o tamanho e condições das salas de aula. Veja, também, as áreas comuns do prédio. Como o parquinho, os jardins e as quadras.

Fora do básico, procure saber se o local possui biblioteca, laboratórios de informática, auditórios e outros espaços. Caso você encontre muitos nãos, pense bem antes de fechar com a instituição.

Leia também: Maneiras divertidas de ensinar inglês para crianças

Análise o Projeto Político Pedagógico

O PPP indica o que a escola, na prática, faz. Isso pois mostra como ela aplica e avalia os conhecimentos dos alunos.

Pode parecer algo paradoxal, mas mais do que entender o método de ensino da escola, é importante saber como é o cotidiano do seu filho. Converse com o diretor ou coordenador sobre isso.

Procure saber como é o processo de aprendizado. E qual é o papel do professor? Além de saber qual é o enfoque da escola. Como música ou esportes, por exemplo.

Veja o relacionamento dos funcionários e professores com as crianças. Incluindo a linguagem utilizada.

Procure saber se existe investimento na formação desses profissionais. E, também, o quanto eles ganham. Afinal, você não vai querer alguém infeliz cuidando das suas crianças, certo?

O cuidado com as crianças, em situações fora do comum, também é importante. Uma viagem longa com bebê de 2 anos, por exemplo, vai exigir muito mais cuidado e atenção.

Todos esses fatores são importantes. Assim como os custos com o material e a própria mensalidade. De fato, a sua lista pode aumentar bastante.

Entenda que não existe uma resposta única para esses questionamentos. Assim, saber qual é a melhor escola particular para seu filho, vai depender, exclusivamente, da sua lista. Assim, elabore-a com cuidado.

Dicas para escolher a melhor escola particular do seu filho