Frenulectomia lingual – o que é, como funciona e quando fazer

Você precisa fazer uma frenulectomia lingual e está em dúvida sobre o que é o procedimento e como funciona? Se você tem problema com freio lingual, com certeza sabe o quanto isso incomoda.

A língua presa, como é mais conhecida, provoca dificuldades de fala. Portanto, pode afetar o relacionamento interpessoal com outras pessoas e a autoestima do paciente.

Mas, isso não é tudo. Afinal, o problema também pode causar dificuldade de mastigar e deglutir os alimentos. O que também pode ocasionar problemas com alimentação e a digestão. 

No antigo de hoje nós vamos entender melhor o que é a frenulectomia lingual, como funciona e quando fazer. Então, não deixe de ler até o final.  

Importante: procure seu dentista para se informar melhor. E se você está grávida, procure também seu ginecologista ou obstetra. As informações aqui apresentadas não substituem a orientação médica. 

O que é frenulectomia lingual? 

A frenulectomia é uma cirurgia que se realiza para a remoção de inserções anormais localizadas no freio lingual. O Freio lingual é uma membrana fina que conecta a língua ao solado da boca. 

Essa membrana, portanto, difere do freio labial, que se localiza na parte interna do lábio superior e na parte interna do lábio inferior. 

O procedimento é realizado por um cirurgião dentista, no caso de pacientes adultos. Mas, em crianças, o procedimento deve ser realizado por um odontopediatra.

Como funciona o procedimento para remoção do freio labial ou lingual? 

A frenulectomia lingual é um procedimento cirúrgico bem rápido. Então, normalmente o paciente é internado e tem alta no mesmo dia, logo após a cirurgia. 

O procedimento cirúrgico dura em torno de 30 minutos e pode ser realizado em ambulatório de um cirurgião dentista. Ou em uma clínica de odontopediatria.

O processo é totalmente indolor, pois é aplicada uma anestesia local para fazer a cirurgia. Além disso, a operação pode ser realizada com bisturi ou com laser.

Nos casos de uso de laser, a cirurgia é feita com um bisturi elétrico que emite um feixe de luz cortante muito preciso. Então, o tempo para a realização da cirurgia diminui. E o laser também ajuda na coagulação e esterilização do corte.

O pós-operatório da cirurgia é muito tranquilo. Mas, é preciso seguir algumas recomendações quanto a higiene bucal alimentação e medicamentos prescritos.  

Contudo, não se esqueça: procure seu dentista para se informar em maiores detalhes. E se você está grávida, também é recomendado procurar seu médico ginecologista ou obstetra.

Quando é indicado fazer a frenulectomia lingual? 

A cirurgia de frenulectomia para a língua é indicada nas seguintes situações:

  • Quando ocorre a limitação dos movimentos da língua;
  • Se a dificuldade de fala provocada pelo freio lingual;
  • Problemas de mastigação ocasionados pelo freio igual;
  • Lesões na mucosa ocasionadas pela proximidade do freio labial com os dentes incisivos inferiores.

Quanto à idade para realizar o procedimento, não existe uma idade ideal. Pois, a realização da cirurgia depende do tamanho do incômodo que o freio labial causa no paciente.

Além disso, a cirurgia pode ser realizada em crianças até mesmo em bebês. Desde que é criança passe por avaliação médica e não apresente nenhuma contra indicação para o procedimento.

Já a necessidade da frenulectomia labial (remoção dos freios labiais), é mais fácil de constatar. Por que, o problema se torna mais evidente a partir dos dois anos de idade. Então, essa cirurgia costuma ser realizada na infância.

Concluindo

A frenulectomia lingual é um procedimento simples, mas muito importante para o paciente. Além disso, a cirurgia pode ser realizada em pessoas de qualquer idade, inclusive crianças pequenas.

Como o procedimento é rápido, não costuma gerar muitos transtornos na vida do paciente. Desde que seguidas todas as recomendações médicas para os cuidados do pós-operatório.

Espero que você tenha gostado desse artigo. Mas, não se esqueça, procure seu dentista para ter mais informações. E se você for gestante, procure também seu ginecologista ou obstetra. Essas informações não substituem o diagnóstico médico. Dúvidas? Comente!

Post anterior: Chás que gravida não pode tomar e quais os motivos

frenulectomia lingual