Mau cheiro na vagina — O que pode ser? O que fazer?

O odor íntimo é algo natural e nós mulheres não devemos ter vergonha disso. No entanto, o mau cheiro vaginal é algo que exige atenção!

Muitas mulheres não aceitam bem o odor vaginal natural e se valem de produtos na tentativa de disfarçá-lo. Sabonetes, lenços umedecidos, banho de assento, etc. nada disso é necessário.

É bom que se saiba que o odor natural se apresenta de forma suave, por isso, quase não o notamos. Contudo, alguns fatores externos podem alterar esse cheiro.

Por exemplo, durante alguns dias do ciclo menstrual é comum sentir esse tipo de alteração.

Mas como saber se temos um odor natural ou mau cheiro vaginal? Vejamos a seguir.

Como Saber Se O Odor Vem De Uma Infecção?

Vamos entender como identificar o mau cheiro vaginal e diferenciá-lo do nosso cheiro habitual.

Em suma, não é tão difícil saber se tem algo errado. Isso porque ocorre uma mudança visível das nossas características quando há infecção.

Por exemplo, não é apenas o cheiro que fica diferente. É possível que o volume aumente, ou seja, fique mais secreção na calcinha.

Quando existe alguma patologia, o mau cheiro vaginal pode vir acompanhado com uma cor diferente. Essa cor pode ser acinzentada, amarelada ou esverdeada e cada uma indica um tipo de problema.

Outra mudança comum nestes casos é o incômodo durante as relações sexuais.

Sendo assim, se você tem percebido mau cheiro vaginal acompanhado destes sintomas ou não, é possível que esteja com um processo infeccioso.

Doenças Que Causam Mau Cheiro Na Vagina

O mau cheiro vaginal pode ser causado por infecções causadas por fungos ou bactérias.

1. Tricomoníase

Esta é uma doença sexualmente transmissível causada por um parasita chamado trichomonas vaginalis.

Seu sintoma principal é o corrimento de cor verde ou verde-amarelado que vem com um cheiro muito forte.

Além disso, às vezes pode vir acompanhado por sangramento, dor ou ardor ao urinar e vermelhidão na região.

Por conseguinte, o tratamento é feito com uso de antibióticos e o casal deve fazer ao mesmo tempo.

2. Vaginose bacteriana

Como o próprio nome já diz, trata-se de uma doença provocada por bactérias e pode provocar mau cheiro na vagina.

Também é comum a paciente sofrer com coceira no local e corrimento amarelado ou acinzentado. Da mesma forma que a anterior pode ocasionar dor ou ardor na hora de urinar.

Tendo em vista que estamos falando de bactérias, o tratamento também é por meio de antibiótico.

3. Clamídia

No início a clamídia provoca corrimento espesso, amarelo e sem cheiro, mas se não for tratada gera infecção pélvica e a secreção passa cheirar mal. Trata-se com uso de antibióticos.

4. Candidíase

A candidíase é mais popular pela coceira e excesso de secreção que causa na vagina, mas em alguns casos é possível que traga mau cheiro.

Nesse caso, trata-se a condição com antifúngicos, pois a mesma vem da proliferação de fungos.

O Que Fazer Ao Notar Odor Diferente?

A primeira coisa a se fazer é procurar por ajuda médica e evitar a auto medicação e os famosos banhos de assento.

Em síntese o ginecologista vai realizar um exame clínico e a depender da situação, coletar corrimento para análise.

O exame não causa dor, o resultado sai em poucos dias, mas o médico pode passar um medicamento mesmo antes. Isso porque em alguns casos podemos definir o problema pelos sintomas.

Para que tudo se resolva é importante se abster de relações sexuais durante o tratamento e fazê-lo até o fim, conforme indicação médica.

Por fim, mesmo que você não tenha outros sintomas, não espere para procurar ajuda, pois uma infecção não tratada pode piorar e trazer doenças mais graves.

Gostaria de saber mais sobre o mau cheiro na vacina? Entre em contato!

Post anterior: Pode comer manga menstruada? Veja se é mito ou verdade!

mau cheiro na vagina