Sutiã com ou sem aro: dicas de qual escolher



Se você precisa comprar novos sutiãs e está em dúvida de quais modelos adquirir, confira algumas dicas sobre quais são os melhores tipos para cada ocasião.

A lingerie é um tipo de roupa que pode passar despercebido, mas é fundamental para garantir conforto e proteção para os seios e áreas íntimas, além de um bom caimento para qualquer roupa. Uma das peças mais importantes é o sutiã.

Existe um modelo de sutiã adequado para cada tipo de roupa e estilo. Para quem gosta de visuais mais inovadores e ousados, o estilo strappy bra é feito com alças formando desenhos geométricos que ficam à mostra. Quem curte blusas e vestidos tomara que caia, precisa de sutiãs sem alças.

Uma dúvida frequente na hora de comprar essa peça é: optar por aquelas com aro ou sem aro? Por isso, se você precisa renovar algumas peças no seu armário e está buscando um sutiã confortável, confira algumas dicas para acertar.

Tipos de sutiã

Existem diversos tipos de sutiã: meia-taça, triângulo, balconê, tomara-que-caia, nadador, push up e cobertura total. Cada um é destinado para determinados efeitos.

Para quem quer deixar os seios mais volumosos, o modelo push up com aro é a melhor opção. O aro também é ótimo para dar mais firmeza para os seios (o que pode ser bom ao vestir uma blusa ou vestido mais decotado).

Se você não quer dar volume para essa região, é recomendado usar sutiãs sem aro e com uma cobertura maior, capaz de permitir uma boa distribuição do seio dentro da taça. O sutiã tipo nadador é adequado para quem precisa de bastante sustentação (durante a prática de atividades físicas, por exemplo).

Uma das principais vantagens dos sutiãs sem aro é que eles proporcionam mais conforto, são mais fáceis de lavar e secar e ocupam menos espaço quando são transportados em mochilas e malas de viagem. Mesmo que a boa sustentação seja associada ao aro, inúmeros sutiãs sem aro podem conferir isso.

Já os sutiãs com bojo são conhecidos por realçar uma blusa mais justa ou decotada, sendo ótimo para ocasiões mais formais (como casamentos e formaturas). Contudo, os aros podem marcar a pele e apertar os seios. Por isso, se possível, sempre experimente a peça antes de comprá-la.

Tipos de corpo

O primeiro fator a ser analisado na hora de comprar um sutiã é lembrar como é o seu corpo (e não como você gostaria que ele fosse). Muitas vezes, as mulheres acabam comprando peças para o corpo que elas gostariam de ter. Esse é o primeiro passo para comprar roupas desconfortáveis, que não caem bem e pioram a sensação de mal-estar em relação ao próprio corpo.

Por isso, verifique bem a modelagem daquela linha de roupas (e se elas correspondem às numerações que você costuma comprar). Seios muito volumosos precisam de alças largas e acolchoadas e, se possível, conter uma faixa de tecido logo abaixo do busto. Esses detalhes são fundamentais para evitar problemas como dores na coluna.

Para quem tem seios menores, caem bem sutiãs sem alças. Quem tem seios mais separados pode optar por alguns sutiãs mais firmes e capazes de unir mais os seios, como ocorre com o push up, que possui enchimento bolha.

Tipo de roupa

Roupas no estilo tomara-que-caia geralmente possuem laterais reforçadas para compensar a falta de suporte nos ombros. Se você tiver seios menores, uma boa opção é optar pelo sutiã adesivo, que fica colado na pele e não tem alças ou laterais. Esse é um ótimo modelo para blusas com decote mais cavado nas costas, pois não deixa o sutiã à mostra.

Para blusas com decote quadrado, o sutiã balconê é o mais indicado, já que possui decote cavado e alças laterais, o que ajuda a oferecer uma boa sustentação aos seios. Quem gosta de roupas no estilo frente única pode investir em sutiãs com alças removíveis, que podem ser transformadas em uma só.

 

Postagem Anterior Próxima Postagem