Gata Negra – Ladra e apaixonada pelo Homem-Aranha

O Homem-Aranha sempre foi um dos heróis preferidos da maioria dos fãs dos quadrinhos, e possui praticamente uma infinidade de personagens que fazem das suas histórias, um verdadeiro universo próprio da Marvel. Dentre vilões e aliados existem alguns que mesclam as duas opções, inclusive como uma paixão do cabeça de teia.

Venha conhecer agora um pouco melhor a história de Felicia Hardy, a Gata Negra e a sua paixão pelo Aranha.

Filha de peixe…

Felicia é filha de Walter Hardy, um antigo ladrão conhecido no mundo inteiro, que um dia acabou sendo preso e tendo como pena a prisão perpétua. Mas antes disso ele conseguiu servir de inspiração para sua filha, sempre a incentivando a ser a primeira, a melhor no que ela se propusesse fazer, nunca se contentando em ser a segunda.

Um crime em sua vida mudou tudo

Mesmo que seu pai estivesse preso, Felicia manteve uma vida normal, concluindo seus estudos no colégio e entrando na universidade. Mas foi durante o primeiro ano de faculdade que sua vida teve uma grande mudança, após ela sofrer um abuso sexual de um jovem que fingia ser seu amigo.

Sempre odiando a ideia de ser uma vítima, ela jurou vingança contra esse rapaz que a abusou, começando assim um forte treinamento em artes marciais. Mas quis o destino que aquele jovem não fosse morto pelas mãos de Felicia, pois o mesmo acabou morrendo após se acidentar com seu carro enquanto dirigia bêbado.

O início da Gata Negra

Após se frustrar pelo fato de não conseguir sua vingança, ela decidiu que todo aquele treinamento não seria em vão, utilizando assim as suas habilidades para trilhar os passos do seu pai no mundo do crime. Então ela começa a roubar pela cidade, de início sem se mascarar, mas depois de obter sucesso e conseguir arrecadar uma boa grana, ela resolve continuar seus roubos utilizando uma máscara e o nome de Gata Negra.

E seu primeiro ato como Gata Negra não poderia ser um roubo qualquer, ela decidiu que sua missão seria libertar seu pai que estava muito doente, na intenção que seus últimos dias de vida fossem ao lado da família. E foi nessa noite que ela acabou cruzando pela primeira vez com o Aranha.

E mesmo que aquele trauma da faculdade a tenha feito odiar os homens, ela acaba se afeiçoando ao Homem-Aranha de tal forma que decide continuar agindo como Gata Negra para assim conseguir chamar a atenção do teioso. 

Mas essa paixão pelo Aranha nunca fez a mesma desistir da vida do crime, fazendo com que ela tentasse inclusive trazer o cabeça de teia para formar uma dupla nesses assaltos. No final ela acaba sendo capturada e levada à prisão, onde depois ela consegue escapar e resolve simular a própria morte na intenção de que nunca mais fosse presa.

Sua relação com o Aranha

Depois de algum tempo sumida, a Gata Negra retorna e decide roubar um detonador do Rei do Crime, artefato que seria utilizado pelo Dr. Octopus e Coruja para seus planos. E ela tinha um belo plano para esse objeto roubado, entregar ao Homem-Aranha.

O Doutor Octopus descobre o responsável por esse roubo e decide se vingar da Gata Negra, fazendo com que o Aranha percebesse o quanto se importa com ela quando a salva das garras do vilão, dando início assim a um relacionamento amoroso entre os dois.

E esse relacionamento pode ser resumido da seguinte maneira: Peter o mantinha por ser a primeira vez em que ele poderia se relacionar com alguém e não esconder sua identidade secreta e Felicia gostava mais do Aranha do que do Peter, pois não entendia o motivo dele ter de viver uma vida comum enquanto Peter Parker.

Fim do relacionamento

Felicia sempre teve medo de que a sua falta de poderes colocasse em risco o Homem-Aranha, pois sempre que o mesmo se esforçasse para protegê-la estaria correndo risco de vida. Ela chegou a tentar ingressar no grupo dos Vingadores e Quarteto Fantástico, sendo recusada em ambos, mas um dia acabou recebendo uma proposta de entrar em um experimento misterioso, bem parecido com o que cedeu poderes ao Escorpião, descobrindo depois que isso se tratava de uma experiência financiada pelo Rei do Crime.

Agora Felícia tinha o poder de influenciar as probabilidades, o que causava uma espécie de “má sorte” às pessoas. E esse era exatamente o que o Rei do Crime queria, pois essa má sorte acabou afetando também o Homem-Aranha, que acabou descobrindo o motivo da sua maré de azar depois de uma consulta com o Doutor Estranho. O mago supremo inclusive ajuda o teioso a acabar com essa onda de azar em sua vida, assim como remove o tal poder da Gata Negra.

Peter desde então começa a desconfiar de Felicia e também não curte a ideia dela não confiar nele a ponto de contar sobre o segredo dos poderes, fazendo assim com que ele terminasse o relacionamento entre os dois. E, mesmo que Felicia também quisesse isso, ela não recebe muito bem essa notícia e desde então tenta arruinar qualquer tentativa de relacionamento do Peter, suprindo até hoje seus sentimentos pelo Aranha.

Poderes e habilidades

Felicia é uma humana normal, tendo assim as mesmas limitações que qualquer mulher, mesmo estando no auge da sua forma física. Suas habilidades foram todas adquiridas com seus treinamentos, sendo uma mestre da arte do roubo.

Seu único super poder acabou sendo o de influenciar o campo da probabilidade, que ela conseguiu inicialmente através do experimento financiado pelo Rei do Crime, tendo sido removido pelo Doutor Estranho, conforme dito anteriormente.

Mas ela acabou algum tempo depois participando de outro experimento, desta vez por conta do Senhor Negativo, fazendo com que o controle da probabilidade ganhasse ainda mais força do que no primeiro experimento.

Gata Negra